Filme "Nomadland" de Chloé Zhao vence Leão de Ouro no Festival de Veneza

Filme acompanha uma mulher (Frances MacDormand) que decide mudar de vida, depois de ter perdido tudo numa grande crise económica.

Sábado
Leia a revista
Em versão ePaper
Ler agora
Edição de 13 a 19 de janeiro
As mais lidas GPS
Lusa 12 de setembro de 2020
Nomadland
Nomadland IMDB

O filme "Nomadland", da realizadora chinesa Chloé Zhao, venceu o Leão de Ouro do Festival de Cinema de Veneza, que termina hoje em Itália, numa edição que premiou duplamente a realizadora portuguesa Ana Rocha de Sousa.

Presidido pela atriz Cate Blanchett, o júri decidiu atribuir o prémio máximo do festival a um filme que acompanha uma mulher (Frances MacDormand) que decide mudar de vida, depois de ter perdido tudo numa grande crise económica, passando a viajar e a viver de forma nómada.

"Nomadland" era um dos filmes da competição oficial de Veneza, onde se estreou por uma escolha partilhada com outros festivais de cinema - Toronto e Nova Iorque - que este ano viram as respetivas edições afetadas por causa da pandemia da covid-19.

O júri da 77.ª edição do festival italiano decidiu ainda atribuir o Leão de Prata - de melhor realização - ao realizador japonês Kiyoshi Kurosawa, pelo filme "Wife of a Spy".

"Nova Ordem", de Michel Franco, venceu o Grande Prémio do Júri e "Dear Commrades", de Andréi Konchalovsky, o prémio especial.

Destaque ainda para os prémios de interpretação para Vanessa Kirby, em "Pieces of a Woman", e Pierfrancesco Favino, por "Padrenostro". O prémio de melhor intérprete emergente foi para Rouhollah Zamani, por "Sun Children".

Na secção 'Horizontes', no qual a realizadora portuguesa Ana Rocha de Sousa venceu o prémio especial do júri com o filme "Listen", Ahmad Bahrami venceu o prémio de melhor filme com "The Wasteland", e Pietro Castellitto o de melhor realização com "I predatori".

Ana Rocha de Sousa foi ainda distinguida com o Leão do Futuro - 'Luigi di Laurentiis', atribuído a uma primeira obra, com aquele filme.

Nesta secção estava também a curta-metragem "The Shift", de Laura Carreira, que o júri escolheu para ficar automaticamente nomeada para os prémios do cinema europeu, os European Film Awards deste ano.

Artigos Relacionados
A Newsletter As Mais Lidas no seu e-mail
Às Sextas-Feiras não perca as notícias mais lidas da semana