Entrevista
Música

Padre Guilherme, o DJ que transformou a capela em discoteca

Padre Guilherme, o DJ que transformou a capela em discoteca
Pedro Henrique Miranda 20 de fevereiro

Além de liderar a paróquia de Laundos, na Póvoa do Varzim, Guilherme Peixoto é DJ residente no Ar de Rock, discoteca que criou na Capela do Monte de São Félix para dinamizar a comunidade local. No Instagram, os seus diretos são um improvável sucesso.

Padre há 22 anos e militar (major do Serviço de Assistência Religiosa do Exército, para ser mais exato) há 20, Guilherme Peixoto não seria, à partida, o tipo de pessoa que faria furor em redes sociais como o Instagram ou o Clubhouse. Só que o pároco, que há mais de 15 anos é também DJ residente do Ar de Rock, discoteca que criou numa capela da sua paróquia, em Laundos, conseguiu unir a sua comunidade em torno da música, da igreja e da boa-disposição, e agora recolhe os louros desse sucesso, em emissões em direto dos seus DJ sets assistidas por milhares de pessoas todas as semanas.

O padre-DJ, que se apresenta todas as terças e sextas-feiras, às 23h, na sua página do Instagram (@padre.guilherme), pensa que existe um preconceito com a noite, um universo que "também é o reflexo do que as pessoas são", acredita em "alimentar a fé" através das plataformas digitais, e crê que "a religião está a perder força porque deixou de dialogar com o mundo".

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
A Newsletter Geral no seu e-mail
Tudo o que precisa de saber todos os dias. Um resumo de notícias, no seu email. (Enviada diariamente)