Crítica de livros: A Era do Caos

A Era do Caos é uma viagem ao sabor dos gostos, predilecções, fantasias e receios do autor, Federico Rampini

Sábado
Leia a revista
Em versão ePaper
Ler agora
Edição de 21 a 27 de janeiro
As mais lidas GPS
Miguel Morgado 16 de março de 2017

O mundo está virado do avesso. E o futuro não augura algo melhor. São as ameaças ambientais, as surpresas tecnológicas, a instabilidade económica, a proliferação nuclear, as crises migratórias, a violência terrorista, a desorientação espiritual generalizada. É assim que Rampini vê o nosso mundo. E perante o caos as pessoas querem soluções para o evitar. Anseiam pelo regresso à ordem e a algumas certezas que, entretanto, se perderam. Rampini não poupa as elites. Diz que fomos "traídos" pelas elites. Traídos fomos nós, o bom povo; não ele, um membro da elite, como o próprio reconhece. A sua traição consistiu na imposição de um projecto aliciante à superfície, mas repleto de perigos - agora, diz Rampini, o bom povo que pagou a factura já não quer mais caprichos das elites.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
A Newsletter Semanal Gps no seu e-mail
A GPS indica-lhe as melhores sugestões de fim de semana. Receba todas as semanas no seu email. (Enviada semanalmente)