O "universo SÁBADO" Exclusivo

Está de parabéns toda a equipa que trabalha diariamente para levar até si uma revista livre, independente, dinâmica e variada. Estão de parabéns os leitores que há 18 anos são a razão essencial para estarmos aqui, com energia renovada dia após dia

No novo concurso da SÁBADO, ganha quem faz rir por último
05 de maioSebastião Almeida

No novo concurso da SÁBADO, ganha quem faz rir por último

Há um novo concurso de stand-up para descobrir e dar palco aos novos talentos da comédia em Portugal. A partir de 5 de maio, O Último a Rir percorre quatro bares de norte a sul do País à procura dos novos nomes do humor nacional.

Os nossos 18 anos Exclusivo

Procurámos que a SÁBADO se mantivesse um exemplo de diversidade temática e noticiosa, acessível a todos os públicos, nunca nos esquecendo da necessidade de, semanalmente, surpreender o leitor para manter a sua preferência.

Onde a SÁBADO ganha forma Exclusivo

Ao celebrarmos o nosso 18º aniversário, qual é o melhor lugar para fazer a nossa fotografia de família, apesar de muitos não terem podido estar presentes? A gráfica onde a revista é impressa, pois claro.

A exigência da maioridade Exclusivo

A liberdade e a justiça social são fundamentais para continuarmos a merecer o chão que pisamos. Os nossos líderes têm de saber que lhes cabe dar o exemplo e estar à altura dos novos tempos. Aos 18 anos de vida, a SÁBADO fará o mesmo.

Carlos Brito: 'Confundiram-me com um PIDE'
05 de maioNuno Tiago Pinto

Carlos Brito: "Confundiram-me com um PIDE" Exclusivo

Foi preso três vezes pela PIDE, espancado e sujeito à tortura do sono. Aos 77 anos está afastado do partido, mas ainda se considera comunista.

Carlos Queiroz: “Alguns dos que me tramaram estão agora presos”
05 de maioTiago Carrasco

Carlos Queiroz: “Alguns dos que me tramaram estão agora presos” Exclusivo

O antigo seleccionador dispara para todos os lados e diz que o incidente que teve com os médicos do controlo antidoping, em 2010, foi um caso político que terá envolvido o ex-primeiro-ministro, José Sócrates. Fala ainda da infância e dos seus encontros com Mandela.

Ana Bola: “Fiz de palhaço dois dias depois de a minha mãe morrer”
26 de marçoSónia Bento

Ana Bola: “Fiz de palhaço dois dias depois de a minha mãe morrer” Exclusivo

Aos 20 anos trabalhava como secretária numa empresa, era casada e já tinha um filho, mas convidaram-na para fazer uma “perninha” no teatro e tornou-se atriz. Depois de muitos programas de comédia, regressa agora como protagonista da nova novela da TVI.

Feytor Pinto: “Sonho merecer o céu. Só espero que lá haja trouxas-de-ovos”
06 de outubro de 2021Ana Catarina André

Feytor Pinto: “Sonho merecer o céu. Só espero que lá haja trouxas-de-ovos” Exclusivo

Sempre quis ser padre. Feytor Pinto foi ordenado aos 23 anos e percorreu o País a anunciar o Concílio Vaticano II, uma das mais revolucionárias reflexões da história da Igreja. Trabalhou na luta contra a droga e foi próximo de quatro patriarcas. Morreu esta quarta-feira.

Manuel Luís Goucha: 'Cheguei a comer uma vez só por dia'
03 de maio de 2021Raquel Lito

Manuel Luís Goucha: "Cheguei a comer uma vez só por dia" Exclusivo

Entrou na televisão depois de ter sido paquete, livreiro e actor. Tornou-se mais famoso nos programas das manhãs, após uma depressão que curou com a psicanalista de Teresa Guilherme. Abriu pela primeira vez as portas de casa a jornalistas para receber a SÁBADO.

A Newsletter As Mais Lidas no seu e-mail
Às Sextas-Feiras não perca as notícias mais lidas da semana