Especiais Especiais C-Studio
Mais informações

C•Studio é a marca que representa a área de Conteúdos Patrocinados do universo Cofina.
Aqui as marcas podem contar as suas histórias e experiências.

Terra, mar e ar

Existem diversas atividades ao ar livre para fazer no arquipélago

04 Agosto 2022 10:52

No arquipélago da Madeira há a possibilidade de realizar diversas atividades, todas elas excitantes e memoráveis. Por terra, mar ou ar é só escolher o que se quer fazer e partir à aventura.

Para quem quer manter os pés no chão, é obrigatório fazer caminhadas por trilhos e levadas. Desta forma é possível embrenhar-se na floresta Laurissilva, chegar a miradouros com vistas incríveis e inclusive subir aos três picos mais altos da Madeira: o Pico Ruivo, com 1.862 metros; o Pico das Torres, com 1.851 metros; e o Pico do Areeiro, com 1.817 metros. O Pico Ruivo que é a terceira montanha mais alta de Portugal. Para saber tudo sobre os percursos terrestres aconselha-se a uma visita aqui.

Pedalar numa bicicleta de todo-o-terreno também é uma boa opção para percorrer levadas e estradas de terra que serpenteiam pelo interior da floresta madeirense. Por falar em aventuras, o canyoning, para descer as ribeiras, tem muito sucesso, sendo vivamente recomendado. Assim como a escalada.

Para os menos aventureiros, existe a observação de aves, que permite avistar algumas espécies exclusivas desta parte do globo como o pombo­-trocaz, o bisbis ou a freira-da-madeira. E o golfe, que pode praticar nos campos da ilha da Madeira e do Porto Santo.


Nas ilhas molhe-se
O mergulho é uma das atividades mais emocionantes que se pode fazer no arquipélago. Nas águas madeirenses encontra mantas, meros, moreias, lobos-marinhos, focas e não só. Caniço, Garajau, Machico, Caniçal e Santa Cruz são ótimos spots para mergulhar.

A par do mergulho, a observação de cetáceos é uma das atividades mais fascinantes, com os golfinhos e as baleias a encantarem quem os vê em pleno oceano Atlântico. Nota ainda para as tartarugas, que também fazem sucesso.

Passeios de barco, pesca desportiva, surf, bodyboard ou stand-up paddle são outros desportos de "contacto com o mar" que estão à disposição para quem quiser passar momentos diferentes no arquipélago da Madeira.

Com a cabeça nas nuvens
Nota ainda para o parapente e para a asa delta que permitem apreciar uma fantástica vista aérea do maciço montanhoso central da Madeira e da costa marítima da ilha. Miradouro da Madalena do Mar, Pico da Cruz, Porto da Cruz e dos Prazeres são bons locais para descolar. Para os "novatos", estas modalidades podem ser feitas acompanhadas por um piloto.

Porto Santo: uma praia que é um "paraíso"
A praia do Porto Santo é o seu cartão-de visita. São nove quilómetros de areia fina e dourada que fazem as delícias dos amantes de praia e de quem gosta de se banhar em águas tranquilas de cor turquesa. O areal é ainda conhecido pelas propriedades físicas, químicas e térmicas das suas areias carbonatadas biogénicas, importantes, por exemplo, para o tratamento de reumatismo e doenças dos ossos.

A Vila Baleira, a capital da ilha onde está localizada a Casa Museu que foi habitada por Cristóvão Colombo, a deliciosa gastronomia da restauração e hotelaria local e as atividades que pode praticar, como o golfe, a pesca desportiva, o mergulho, o windsurf, o kitesurf, o esqui aquático, o BTT ou o parapente são outros dos motivos que existem para visitar a ilha.

Outros Conteúdos