C-Studio
Mais informações

C•Studio é a marca que representa a área de Conteúdos Patrocinados do universo Cofina.
Aqui as marcas podem contar as suas histórias e experiências.

Nunca foi tão importante respirar ar de qualidade

Respirar bem, sem impurezas, é um bem precioso, uma prioridade que foi acelerada pela pandemia. Os portugueses querem maior conforto e segurança na qualidade do ar interior, seja no domicílio, no ambiente laboral ou em espaços comerciais

Imagem de espaço doméstico com um purificador de ar
06 Outubro 2021 11:10

A qualidade do ar que respiramos prende-se, em larga medida, com preocupações de índole ambiental e de saúde. Assegurar um ambiente sem impurezas nem contaminantes, sem vírus, alérgenos, pó ou bactérias, garantindo o maior conforto e segurança no domicílio ou no trabalho, passou a estar na ordem do dia, a ser uma necessidade para muitas famílias e empresas.

As condicionantes que o período pandémico impôs, alterando hábitos, rotinas e costumes, obrigaram os portugueses a passar mais tempo em casa. Em Portugal, as doenças respiratórias são a terceira causa de mortalidade. Entre os principais problemas que influenciam as doenças respiratórias encontram-se fatores como a poluição do ar no exterior e a má qualidade do ar interior em edifícios, sejam de habitação ou de escritórios.

O confinamento levou a uma crescente consciência da importância da qualidade do ar interior, associado a um melhor nível do conforto e segurança em espaços fechados. Para responder a essa necessidade, as soluções de purificadores do ar, como a nova gama de purificadores do ar que a Mitsubishi Electric acaba de lançar no mercado nacional, ganham cada vez mais interesse junto dos portugueses, uma vez que são equipamentos que melhoram a qualidade de vida.

Capturam 99% de vírus, alérgenos, pó e bactérias

Graças ao seu elevado rendimento, estes inovadores equipamentos estão capacitados para assegurar a limpeza do ar interior em qualquer espaço até 100 m2.

Um avançado sistema de filtragem, composto por três filtros, mais um sensor de partículas, permite que os novos purificadores de ar da Mitsubishi Electric disponham de um filtro de carvão ativado, que purifica e desodoriza o ar, removendo até 99% do formaldeído, COV (Compostos Orgânicos Voláteis), amoníaco e benzeno; de um filtro HEPA de alta eficiência, que captura mais de 99% das partículas transportadas pelo ar de 0,1 mícron ou mais, incluindo vírus, alérgenos, pó e bactérias; de um filtro catalítico de platina, com ação desodorizante; e de um sensor PM2.5, para monitorização de partículas e outras substâncias encontradas no ar, otimizando a ação de purificação. Os filtros instalados no sistema estão concebidos para que possam durar até oito anos, resultando numa grande redução nos custos de manutenção do equipamento.

Soluções móveis ou compactas



A Mitsubishi Electric disponibiliza dois modelos, o MA-E85R-E, que é mais compacto, fácil de transportar e posicionar em diferentes ambientes no interior de uma habitação, e o MA-E100R-E, uma solução adequada a quem procura um equipamento de maior capacidade, ideal para ambientes amplos de uma habitação ou espaço comercial. Este modelo está equipado com um sensor de presença i-See Sensor e com um sistema de rotação automática, permitindo que o fluxo de ar seja autorregulado e direcionado para o espaço onde for mais necessário.

Numa altura em que as preocupações com a qualidade do ar estão na ordem do dia, estes dois equipamentos da Mitsubishi Electric acabam por ser um lançamento de particular impacto, na medida em que possibilitam novas e melhores soluções aos que procuram assegurar maior conforto e segurança no domicílio, ambiente laboral ou espaços comerciais.