Maduro corta relações com a Colômbia e expulsa diplomatas

Maduro corta relações com a Colômbia
Alexandre R. Malhado 23 de fevereiro de 2019

O venezuelano deu 24 horas ao embaixador e restantes representantes diplomáticos colombianos para saírem da Venezuela. Vários camiões humanitários têm tentado entrar no país pela Colômbia.

Vivem-se momento de grande tensão na Venezuela. Nicolás Maduro vai cortar diplomáticas com a Colômbia, por onde camiões com ajuda humanitária têm entrado no país, e expulsou os funcionários da embaixada colombiana na Venezuela, avança a agência AFP.

A informação foi avançada por Maduro, num discurso de uma hora. O venezuelano deu 24 horas ao embaixador e restantes representantes diplomáticos colombianos para saírem da Venezuela. "És o Diabo", atirou Maduro a Iván Duque, presidente da Colômbia.

Esta terça-feira, vários militares venezuelanos desertaram o país, entre eles o Major-general do exército Hugo Enrique Parra Martínez e outros 13 militares. Os desertores rumaram para a Colômbia para se juntar a Juan Guaidó na luta por uma "Venezuela livre". 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais