Laser elimina marcas de acne na pele

Melhorias surgem duas semanas após a primeira sessão.
Por Daniela Polónia 25 de Fevereiro de 2018 às 09:41
Tratamento com laser elimina marcas de acne na pele
Tratamento com laser elimina marcas de acne na pele
Tratamento com laser elimina marcas de acne na pele
Tratamento com laser elimina marcas de acne na pele
Tratamento com laser elimina marcas de acne na pele
Tratamento com laser elimina marcas de acne na pele
Tratamento com laser elimina marcas de acne na pele
Tratamento com laser elimina marcas de acne na pele
Tratamento com laser elimina marcas de acne na pele
Tratamento com laser elimina marcas de acne na pele
Tratamento com laser elimina marcas de acne na pele
Tratamento com laser elimina marcas de acne na pele
Tratamento com laser elimina marcas de acne na pele
Tratamento com laser elimina marcas de acne na pele
Tratamento com laser elimina marcas de acne na pele
Tratamento com laser elimina marcas de acne na pele
Tratamento com laser elimina marcas de acne na pele
Tratamento com laser elimina marcas de acne na pele
Tratamento com laser elimina marcas de acne na pele
Tratamento com laser elimina marcas de acne na pele

As cicatrizes do acne são uma espécie de pequenos furos espalhados pelo rosto. O problema pode atingir de forma negativa a autoestima mas tem correção através de tratamento com laser CO2 fracionado. A técnica pode ainda eliminar cicatrizes deixadas por cirurgias, rugas ou manchas que vão surgindo com a idade.

"Aquilo que vamos fazer é uma espécie de remodelação da derme, das fibras elásticas e de colagénio. Não há uma destruição total da pele mas apenas pequenos pedaços porque o feixe de luz incide de forma fracionada. A pele atingida pelo laser é destruída e há uma remodelação das fibras que estão intactas na coluna do lado e que vão permitir 'florestar' a zona que está a ser tratada", explica a dermatologista Marisa André.

Os resultados começam a ser notórios duas semanas depois. O tratamento pode ter efeito até quase seis meses após a primeira sessão e, por isso, as intervenções seguintes são definidas de acordo com a melhoria de cada paciente. "Para umas cicatrizes de acne profundas podemos precisar de quatro sessões mas, se forem pouco deprimidas, há pessoas que ficam satisfeitas só com um tratamento", diz a médica do hospital CUF Descobertas, em Lisboa.

Antes do início do tratamento, é aplicado um creme anestésico durante trinta minutos.

Problema é agravado com o espremer das borbulhas
O acne manifesta-se por borbulhas com pus, pontos brancos ou pontos negros na pele. Tem origem numa obstrução do folículo piloso, devido ao aumento de sebo, isto é, de gordura, produzido pelas glândulas sebáceas. Está sobretudo associado a alterações hormonais na adolescência e na gravidez.

Espremer as borbulhas vai agravar o problema porque a inflamação aumenta e irá ainda originar cicatrizes. Os cremes e produtos de maquilhagem que tenham muita gordura não são recomendados, o melhor é optar por aqueles que não contêm óleo.

O stress e a ansiedade, por si só, não provocam acne mas quando a doença já existe estes dois fatores tendem a piorar este problema. O acne que não seja tratado pode deixar lesões permanentes na pele. O dermatologista deve ser consultado para que o tratamento seja o mais adequado a cada caso. Poderá ser necessária a toma de antibiótico de aplicação tópica, diretamente na zona afetada, ou, em situações mais graves, comprimidos.

Redução da autoestima e depressão 
O acne surge sobretudo entre os 10 e os 24 anos. No entanto, as borbulhas e os pontos brancos e negros podem aparecer noutras faixas etárias. A doença não é grave mas pode ter um grande impacto psicológico nos adolescentes. Os pais devem acompanhar esta situação. A redução da autoestima pode levar a um afastamento social e, nalguns casos, até mesmo à depressão.

Conselho da semana
Para uma pele sem manchas e borbulhas, remova as células mortas e as impurezas. Duas a três vezes por semana pode usar um esfoliante suave, seguido de uma máscara hidratante. Opte ainda por realizar limpezas de pele com um especialista, de forma regular.

Discurso direto
"Recuperam mais rápido" 
Qual é a vantagem desta técnica?
Marisa André, Dermatologista H. CUF Descobertas - Face às máquinas que eram utilizadas anteriormente, não destrói a pele na totalidade e, por isso, a pessoa recupera mais rápido. Em vez de ficar com a pele queimada durante uma semana, fica só três ou quatro dias, o que tem grandes repercussões. Onde é que o laser CO2 fracionado pode ser aplicado para além do rosto?
Marisa André - No pescoço, decote e dorso das mãos, são as áreas mais expostas. Removemos as camadas superiores da pele e a que vem de novo tem menos manchas, menos rugas e tez mais homogénea. No fundo, permite rejuvenescer a pele.

O meu caso
"Não gosto de me ver ao espelho" 
"As cicatrizes do acne são irritantes no meu dia a dia. Por vezes, não gosto de me ver ao espelho. E tenho de usar sempre maquilhagem, ou seja, está camuflado", explica Isabel Martins, de 50 anos.

A responsável de loja, que vive em Setúbal, optou por começar a fazer um tratamento com laser CO2 fracionado. "Já tentei vários métodos e nada funcionou. As minhas marcas são profundas. Espero agora ficar com uma pele normal e melhorar a autoestima", diz.

Saiba mais sobre esta doença no guia prático Médico em Casa, todos os dias nas bancas com o Correio da Manhã.

Sintomas
  • Pontos negros sob a pele, que se observam sobretudo no nariz e no queixo
  • Pústulas com aparência de borbulhas inflamadas com o centro branco
  • Na sua forma mais severa, nódulos e quistos que podem deixar cicatrizes permanentes

Prevenção
  • Seguir uma dieta equilibrada, baixa em gorduras, açúcares, hidratos de carbono e substâncias irritantes como álcool, café e chocolate.
  • Lavar a cara com água morna e um produto de limpeza facial suave, duas vezes por dia.
  • Usar produtos de cosmética, de cabelo e protetores solares à base de água. 

Algumas causas
  • Lavar ou esfregar a pele demasiadas vezes e com produtos que a irritam.
  • Contacto com golas, chapéus, capacetes, entre outros.
  • Humidade elevada.
  • Uso de produtos cosméticos, protetores solares ou produtos para o cabelo à base de óleo.
  • Certas medicações, como corticosteroides, esteroides anabolizantes e lítio.
  • Alguns alimentos, tais como produtos ricos em hidratos de carbono e chocolate.

Como se trata
Normalmente, o tratamento inicia-se com cremes, loções e sabões indicados para o acne que podem ou não conter antibióticos. São também muito utilizados compostos de enxofre ou de peróxido de benzoína (com cuidado, pois estes podem irritar a pele). Não mexer diretamente nas lesões, nem fazer fricção ou pressão na zona afetada é essencial para prevenir uma infeção e acelerar a cicatrização das lesões. 
Quando o acne é muito intenso e de difícil resolução, deverá consultar o seu médico, pois poderá ser necessário um tratamento com antibióticos orais ou até retinoides (derivados de vitamina A). Fazer terapia hormonal, como pequenas doses de estrogénio e progesterona, pode também ser útil em mulheres.

Tratamento complementar
Use uma solução de vinagre de cidra (uma parte de vinagre para três de água), aplicando-a durante cerca de 10 segundos, uma ou duas vezes por dia. O uso de zinco também é aconselhado em casos de acne. 
Notícias Recomendadas

Marketing Automation certified by E-GOI

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A.
Consulte a Política de Privacidade Cofina.