O seu coração pode não gostar que seja um adepto fervoroso de futebol

Estudo da Universidade de Oxford assinala que níveis elevados de cortisol podem colocar a saúde em risco e dá dicas aos clubes.
Por Leonor Riso 25 de Janeiro de 2020 às 15:56

Se é um adepto fervoroso do seu clube, está provado que pode experienciar níveis "perigosos" de stress para a sua saúde. Um estudo da Universidade de Oxford, no Reino Unido, concluiu que quem "sofre" pelo seu clube tem tendência a aumentar muito os níveis de cortisol, o que aumenta a pressão sanguínea e pode ser danoso para o coração.

Para realizar o estudo, os investigadores testaram a saliva de fãs brasileiros durante a derrota do Brasil contra a Alemanha no Mundial de 2014. O jogo terminou 7 a 1, com a vitória dos alemães.

Registaram-se subidas assinaláveis dos níveis de cortisol, sem serem detetadas diferenças entre sexos. Ou seja, os homens sofrem tanto quanto as mulheres.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Notícias Recomendadas
Bem Estar e Nutrição

Deixou de fazer exercício físico e agora?

Começou com uma semana que depressa se tornou num mês e, quando deu por si, já não treinava há um ano. Pensava mesmo que o seu corpo não ia dar conta? Um especialista explica o que acontece física e mentalmente quando deixamos de nos exercitar regularmente. E avança com soluções para voltar à boa forma.