Infecciologista afirma que o medicamento Remdisivir é "muito credível”

Médico Francisco Antunes cético quanto a uma vacina este ano.
Por Bernardo Esteves e Vanessa Fidalgo 2 de Maio de 2020 às 10:00
Médico Francisco Antunes
Médico Francisco Antunes

O médico infecciologista Francisco Antunes desconfia das promessas de aparecimento de uma vacina contra a Covid-19 ainda durante este ano. Já quanto às possibilidades do medicamento Remdisivir o clínico mostra-se mais otimista.

CM – As farmacêuticas Pfizer e Biontech garantem que até ao fim do ano poderão produzir 10 a 20 milhões de vacinas para casos mais urgentes. Como comenta isto?

Francisco Antunes – Sobre essa investigação para uma vacina ainda não sabemos em que fase está. Provavelmente estará numa fase inicial de desenvolvimento, na qual é analisada a segurança num pequeno número de indivíduos.

– Ainda é cedo para conclusões?

- Nada nos garante que estas vacinas tenham qualidade e segurança, e não percebo em que circunstâncias acontecem essas situações de urgência. E como podem garantir uma produção até final do ano se não têm resultados sobre a eficácia da vacina na população? São afirmações pouco credíveis e precipitadas.

– Está cético quanto a uma vacina ainda este ano?

- Todos estamos ansiosos em relação a uma vacina, mas mesmo que em seis meses seja identificada uma vacina eficaz e segura, isso é apenas um terço do caminho. Faltam dois terços, que são os aspetos económicos e políticos.

– Está mais otimista quanto à eficácia do medicamento Remdisivir, depois de um estudo promissor revelado nos Estados Unidos?

- Sim. É o primeiro medicamento muito credível em relação a perspetivas de combate à Covid-19. O facto de esse estudo ter sido anunciado por Anthony Fauci dá-lhe muita credibilidade.

Notícias Recomendadas

Marketing Automation certified by E-GOI

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A.
Consulte a Política de Privacidade Cofina.