Como o tempo cinzento afeta o seu humor

Os meses de inverno - quando há mais escuridão – podem ter um efeito sobre o humor e a saúde mental das pessoas.
23 de Outubro de 2019 às 19:20
Mau tempo não dá tréguas até domingo
Mau tempo não dá tréguas até domingo

Sente-se mais triste quando vê que o céu está cinzento? É normal: pode estar a sofrer de transtorno afetivo sazonal (TAS). Os sintomas mais frequentes do transtorno são sentir-se deprimido a maior parte do dia, quase todos os dias; perder o interesse em atividades de que  gosta; ter baixa energia; ter problemas em dormir; ter mudanças de apetite e peso; fazer tudo de forma mais lenta ou agitada e ter dificuldades em concentrar-se, descreve a Mayo Clinic.

Estes sintomas já tinham sido mencionados em 1854, na literatura científica, mas o transtorno só adquiriu um nome científico no início dos anos 80. De acordo com a equipa Americana de Médicos de Família, cerca de cinco por cento da população dos Estados Unidos tem TAS todos os anos, com os sintomas a durarem cerca de cinco meses.

O psicólogo David Watson investigou como as reações das pessoas mudavam conforme o clima e afirmou ao jornal chinês South China Morning Post: "Na sociedade moderna, muitas pessoas não passam muito tempo fora, o que reduz a influência potencial do clima no seu humor; no entanto, pessoas diferentes preferiam tipos de clima diferentes."

O co-diretor do Centro de Mediação Avançada de Personalidade e Psicopatologia da Universidade de Notre Dame, nos Estados Unidos, também disse que "algumas pessoas gostam do tempo mais quente, outras mais frio; alguns gostam do seco, outros mais húmido".

Os meses de inverno – com mais horas de escuridão – podem ter um efeito sobre o humor e a saúde mental das pessoas. Tudo se relaciona com o ritmo circadiano do corpo – a rotina de acordar e dormir – que é quase inteiramente controlada pela luz e escuridão. As semanas quando o céu está nublado podem afetar a saúde mental ao derrubar o equilíbrio químico no cérebro.

Quando há sempre muita luz, o cérebro não sabe quando se deve levantar e continua a produzir níveis baixos de melatonina - a hormona do sono – mesmo durante as horas do dia. Nos dias nublados, o cérebro produz menos serotonina – a hormona feliz – que torna as pessoas mais tristes.

Norman Rosenthal, o líder da equipa que criou a denominação TAS, na década de 80, defende que a terapia da luz é o melhor tratamento. Envolve enfrentar uma "caixa de luz" durante 30 ou 60 minutos por dia, durante todo o outono e inverno. É descrito como um tratamento simples que pode ser feito em casa.

Nos dias nublados, também se perde a dose diária de vitamina D. Esta vitamina é importante, não só para ter ossos fortes, mas também para evitar o risco de doenças cardiovasculares, diabetes tipo 2, de risco e cancro. Relativamente ao transtorno, a vitamina D ajuda a regular a função e o comportamento do cérebro, incluindo equilibrar a produção da hormona feliz.

Notícias Recomendadas

Marketing Automation certified by E-GOI

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A.
Consulte a Política de Privacidade Cofina.