Sabonete ou gel: Conheça a melhor opção para proteger as mãos da Covid-19

Necessidade de uso frequente acaba por deixar as mãos secas a ponto de surgirem fissuras por perda da gordura.
Por João Saramago 17 de Abril de 2021 às 01:30

Lavar as mãos com sabonete ou sabão protege de um potencial contágio pelo novo coronavírus. É, contudo, necessário saber escolher o produto para preservar a camada de gordura protetora existente na pele.

“O ideal é recorrer a um sabonete suave com pH neutro e a água morna. Sabão azul e branco e água quente são muito agressivos para a pele”, explica a médica dermatologista Helena Toda Brito. A especialista sublinha, contudo, que “na falta de uma melhor opção deve ser privilegiada a segurança contra a Covid-19”. E acrescenta: “Nada justifica não lavar as mãos”.

Outra opção é o recurso ao álcool-gel; no entanto, esta substância pode ter propriedades que secam a pele, levando à criação de “fissuras ou eczema, que é a inflamação da pele por secura excessiva”, sublinha a médica. Mas nem todas as embalagens são iguais e há marcas que revelam uma preocupação em criar num produto não agressivo. Nas embalagens de álcool-gel é, por isso, importante ler o rótulo para saber se o produto protege a pele.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Relacionadas
Notícias Recomendadas
Bem Estar e Nutrição

E se pudesse reiniciar o cérebro? Os conselhos de um neurologista

O cérebro humano está a ser gravemente manipulado pelos estímulos da tecnologia e as consequências refletem-se em comportamentos que nos deixam cada vez mais doentes. Em Limpeza Cerebral, o recém lançado livro do neurologista David Perlmutter e do médico internista Austin Perlmutter, reúnem-se técnicas para combater esta realidade.