Como as flores influenciam o estado de espírito

As flores e as plantas são catalisadoras da boa disposição, como comprovam estudos científicos, mas também como mostram as redes sociais, um pouco por todo o mundo.
Por Rita Avelar/Máxima 3 de Junho de 2020 às 14:07
Flores
Flores

Depois de um período de isolamento prolongado, há várias conclusões que podemos tirar do tempo passado em casa. Mas há uma que sobressai, entre os hábitos de comportamento de todos, que acabaram por se espelhar nas redes sociais: há mais plantas e flores nas casas e jardins de todos. Flores, hortas verticais, canteiros improvisados – vemos de tudo. Porque é que, afinal, gostamos tanto de plantas no geral?

À luz da atualidade, sabemos que a procura por flores e plantas aumentou. As pesquisas no Google por "envios de flores" duplicaram de março de 2019 para março de 2020 e, segundo o Pinterest, as pesquisas por "caixas de flores" aumentaram 408% de um ano para o outro. Sabemos que as flores não são essenciais, mas sabemos que estimulam o bom humor. À medida que a sociedade vacila à nossa volta, mergulhamos em busca das mais pequenas alegrias. Flores bonitas (com a sua cor, aroma e simetria) proporcionam-nos o breve conforto que tão desesperadamente procuramos.

É precisamente isso – que a felicidade e as flores estão correlacionadas - que conclui um estudo levado cabo por Jeannette Haviland-Jones, professora de Psicologia e diretora do laboratório de emoções humanas da Universidade de Rutgers, em Nova Jersey – embora date de 2005. Sem revelar o porquê às cobaias do seu estudo, esta investigadora enviou três tipos de artigo – um ramo de flores, uma vela e uma cesta de fruta - a 147 mulheres distintas, que os receberam das mãos de minuciosos analisadores (disfarçados de estafetas). A conclusão, conseguida em análise no laboratório, foi unânime: todas as mulheres que receberam os ramos de flores esboçaram o famoso sorriso de Duchenne, o mais verdadeiro e genuíno segundo os especialistas, e aquele que indica verdadeira alegria – contrariamente ao que sucedeu com os outros artigos.

Durante a pandemia, o designer de flores americano Lewis Miller pôs em ação o projeto Flower Flash, que começou quando este decidiu deixar um arranjo floral em frente ao Hospital Monte Sinaí, em Nova Iorque. Seguiram-se mais "instalações florais" por toda a cidade, para alegrar os nova-iorquinos em tempos difíceis. Rapidamente este gesto começou a ser comentado nas redes sociais de Miller, e também a ser apreciado por todos aqueles que passam pelos arranjos nas ruas, que se tornaram mais vazias que nunca.

Durante o estudo da Universidade de Rutgers, que decorreu ao longo de 10 meses, a equipa de investigadores a cargo de Jeannette Haviland-Jones concluiu mais sobre as flores e o ser humano. Especificamente, as participantes do estudo relataram sentir-se menos deprimidas, ansiosas e agitadas após receberem flores, e demonstraram uma maior sensação de prazer e satisfação com a vida. Além disso, concluiu-se que as flores aproximam as pessoas: a presença de flores em leva a um maior contacto com a família e amigos. "As flores trazem sentimentos emocionais positivos a quem entra numa sala", revela Haviland-Jones, ao site About Flowers. "Elas tornam o espaço mais acolhedor e criam um ambiente de partilha".

Há ainda quem opte por ter flores secas, para que durem mais, integrando-as na decoração. Em Portugal, há a Colvin, uma florista online que entrega todo o tipo de plantas em casa – sejam secas ou não - mas também a Eira, uma empresa especializada em eventos e instalações com flores selvagens ou sustentáveis, colhidas e curadas numa quinta portuguesa. Encomendar flores – ou apanhá-las no campo – pode parecer um pequeno gesto, mas oferecê-las fará, certamente, sorrir alguém.

Relacionadas
Notícias Recomendadas
Coronavírus

Mutações podem tornar a Covid-19 mais perigosa?

O novo coronavírus está a mudar em todo o mundo, Portugal incluído. E a mudança de material genético não é necessariamente má: ajuda a conhecer de onde veio o vírus, para onde vai, com que rapidez muda e se está a mudar para melhor, ou pior.

Marketing Automation certified by E-GOI

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A.
Consulte a Política de Privacidade Cofina.