"Porque não abrir a possibilidade da confissão pelo telefone?"

'Porque não abrir a possibilidade da confissão pelo telefone?'
Vanda Marques 26 de março de 2020

A Igreja Católica tem um papel fundamental no combate à pandemia, quer a dar apoio e esperança aos fiéis - quer com missas em streaming ou a ceder espaços aos hospitais. O Padre Anselmo Borges acredita que Igreja está a acompanhar de "modo activo esta dramática"

Missas em streaming ou mesmo confissões por telefone. Em tempos de grandes necessidades, são necessárias grandes soluções. Ou pelo menos criativas. Segundo o padre Anselmo Borges, a Igreja tem se comportado bem nesta pandemia, mas poderia ter reagido de forma mais rápida.

O professor universitário, autor de vários livros - como Francisco. Desafios à Igreja e ao Mundo - e colunista do Diário de Notícias, diz que tal como Jesus era simples, agora temos de ir ao essencial. "Será essa oportunidade para a Igreja, que não é o Papa, os bispos, os monsenhores, os cónegos, os padres, mas o conjunto dos baptizados, ser menos vertical, hierárquica, e mais participativa.

Anselmo Borges padre, da Sociedade Missionária Portuguesa, e  doutorado em Filosofia pela Universidade de Coimbra de cuja Faculdade de Letras é Professor, diz que a Igreja "no meio desta emergência gravíssima, inaudita, penso que se poderia e deveria pensar noutras possibilidades de oferta e cedência de espaços." Mas dá ainda o exemplo do padre italiano, de 72 anos, infectado pelo vírus, que "deu o ventilador que os paroquianos lhe tinham oferecido a uma pessoa mais nova."

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais