Piaggio MP3 300 HPE: Enfrentar a cidade sobre três rodas

Piaggio MP3 300 HPE: Enfrentar a cidade sobre três rodas
Markus Almeida 21 de outubro de 2019

Apesar do motor de 300 cc, a carta de condução de veículos ligeiros é suficiente para se conduzir esta mota que quase parece andar sozinha, tão fácil e ágil é de manejar

"Anda de mota?" perguntou Patrick Figueiredo, da loja Moto Spazio, ao jornalista antes de lhe passar para as mãos a chave da nova Piaggio MP3 300. O jornalista até anda, mas apenas nas elétricas partilhadas e com potência equiparada a 50 cc - portanto, scooters seis vezes menos potentes e muito mais leves do que aquela que seria o seu meio de transporte nos dias seguintes.

Deveria o jornalista ter ficado preocupado? O responsável da loja abanou a cabeça e disse que não: "Por ter três rodas, as MP3 de 300 cc podem ser conduzidas por quem tiver apenas a carta de condução de carros." A lei que possibilita qualquer encartado na categoria B de conduzir motas até 125 cc é, no caso destes triciclos, alargada até aos 500 cc de potência.

"E acontece estas motas serem muito mais seguras", acrescentou ainda. E o que Patrick diria a seguir confirmar-se-ia durante o test drive: que os buracos na estrada, as lombas, os carris dos elétricos e outros obstáculos por regra sinónimo de perigo para motociclistas de duas rodas tornam-se relativamente imponentes perante a estabilidade do trio de rodas.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais