Os melhores destinos low-cost para uns curtos dias de férias

Filipa Teixeira 23 de dezembro de 2019

Do Minho a Marraquexe, dos Açores e da Madeira a Budapeste, há muitas e boas propostas para gozar os últimos dias de férias do ano ou os primeiros fins de semana de 2020. Prepare-se para fazer as malas.

O ano está quase a acabar e ainda não gastou os dias todos de férias? Então não pense duas vezes e siga os nossos conselhos para umas miniférias - de carro ou de avião -, embaladas pela brisa do outono e pelos aromas da boa comida típica da época. E não, não precisa de gastar balúrdios para se refugiar num alojamento rural com spa na serra algarvia, para acordar num boutique-hotel na Costa Oeste ou para dormir em antigos solares, preciosidades escondidas nos recantos mais bonitos do País. Para quem sonha com outros voos, Veneza, Marraquexe ou Paris também abrem as portas dos seus canais, souks e boulevards a preços amigos da carteira. Sozinho, em casal, com amigos ou em família, só tem que escolher o seu destino favorito e partir à descoberta.

DESTINOS PARA IR DE CARRO
Minho

1. Esposende
(Vila do Conde, Póvoa de Varzim, Viana do Castelo)
É assediada no verão por visitantes que chegam maioritariamente de Braga e do Porto para ali passarem as férias, mas Esposende não se esgota nessa altura. Caminhar pelo passadiço de madeira, que ao longo das freguesias de Apúlia e Fão acompanha os últimos passos do rio Cávado até à foz, é tão agradável como subir ao Castro de São Lourenço ou passear nas imediações da bonita e calma Barca do Lago. As estadias em dois dos hotéis mais carismáticos da cidade - o histórico Suave Mar, situado na marginal, ou o Axis Ofir, na outra margem, em Fão - fixam-se a partir dos €61 e €50 a noite, respetivamente, com pequeno-almoço incluído, preços em conta dadas as comodidades que ambos oferecem.
Esposende permite também que estendamos a visita, sem dificuldade, a Vila do Conde e Póvoa de Varzim, Barcelos ou Viana do Castelo, todas elas cidades com valor patrimonial, paisagístico e gastronómico. Neste último ponto, sugerimos o restaurante Varandas do Cávado, do hotel Suave Mar, requintado no serviço e na cozinha, com foco na gastronomia regional (€25) e a Adega do Forno, na Apúlia, mestre na confeção de peixes na grelha e no forno (€20). Para uma opção mais irreverente, visite o Attytude, na Rua 1º de Dezembro (a mesma onde moram as pastelarias De Lili & Cª Gourmet, exímia nas clarinhas, e a mais antiga Marbela). Lá encontrará pizzas, hambúrgueres em pães coloridos, saladas, quesadillas, tacos e ainda um exuberante brunch ao domingo (€30) com Moët & Chandon à discrição.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais