"Os alunos são prejudicados por esta greve"

'Os alunos são prejudicados por esta greve'
Vanda Marques 03 de outubro de 2018

São quatro dias de greve dos professores que acontecem esta semana. A Confap diz compreender as reivindicações dos docentes, mas relembra que o final do ano lectivo passado foi "lastimável".

Presidente da Conferederação Nacional de Pais (Confap) desde 2013, Jorge Ascensão, defende que os pais devem ter um papel cada vez mais presente na escola. Mostra alguma preocupação com a instabilidade vivida por causa das greves  convocadas pelos sindicatos. São quatro dias de paralização e o balanço do primeiro dia, segundos os sindicatos, indicava uma adesão de 75%. 

No dia 3, a greve concentra-se nos distritos de Coimbra, Aveiro, Leiria, Viseu, Guarda e Castelo Branco. Na quinta-feira, dia 4, serão os distritos do Porto e de Braga, Viana do Castelo, Vila Real e Bragança. Os professores iniciaram esta greve depois das negociações falhadas com o governo. A Fenprof exigem a recuepração total do tempo de serviço congelado: 9 anos, 4 meses, 2 dias e vão continuar em luta até isso acontecer. 

Jorge Ascensão respeita a legitimidade da greve, mas mostra alguma preocupação com o arranque do início de ano lectivo e refere que cabe ao governo "
a responsabilidade de dar um serviço público de qualidade."

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais