Capa da Vogue Portugal gera polémica em Portugal e lá fora

Capa da Vogue Portugal gera polémica em Portugal e lá fora
Mariana Branco 03 de julho de 2020

Última edição aborda o tema da saúde mental. Revista está a ser acusada de tratar o assunto de forma insensível.

Aborda o tema da saúde mental mas a capa não recebeu boas críticas. A Vogue Portugal está desde esta quinta-feira envolvida em polémica devido à mais recente edição, na qual uma das quatro capas com o tema "Madness" ("Loucura"), com a modelo Simona Kirchnerova dentro de uma banheira no que parece ser um manicómio, está a ser fortemente criticada. A controvérsia já passou fronteiras e é notícia no jornal britânico The Guardian.

Com o título "Vogue Portugal sob fogo por capa sobre saúde mental de 'muito mau gosto'", o jornal faz menção ao comentário da modelo portuguesa Sara Sampaio, que no Instagram da revista afirmou que "este tipo de imagens não deviam representar a conversa sobre saúde mental". "É de muito mau gosto", criticou.

Considerada "ofensiva" e "perturbadora", a capa da edição julho/agosto da Vogue Portugal levou ainda a inúmeras partilhas da hashtag #vogueout (#voguefora).

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais