Mário Centeno: Houve "má gestão na CGD e teve custos"

Negócios 30 de janeiro de 2019

O ministro das Finanças considera que houve "má gestão" na Caixa Geral de Depósitos. E pede que sejam apuradas as responsabilidades, algo em que o banco estatal já está a trabalhar.

Por Rita Atalaia - Jornal de Negócios

O ministro das Finanças considera que houve má gestão na Caixa Geral de Depósitos (CGD). Uma conclusão que vai ao encontro da auditoria da EY a 15 anos de gestão do banco estatal, cujos resultados preliminares mostram que a instituição financeira emprestou dinheiro mesmo quando tinha pareceres desfavoráveis da Direção de Risco da CGD.

 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login