Doze anos por violar jovem sueca

CM 07 de maio de 2018

Crime aconteceu em França.

Por Correio da Manhã

Um português de 48 anos foi condenado a 12 anos de prisão efetiva por um um tribunal da Área Metropolitana de Paris, em França, por ter violado uma jovem sueca. Segundo o tribunal, o emigrante conseguiu que a vítima entrasse no carro onde consumou o crime, fazendo-se passar por taxista.

A violação ocorreu na madrugada de 23 de fevereiro de 2008, após a jovem sueca, na altura com 19 anos, ter saído de uma festa numa discoteca parisiense. A turista nórdica entrou na primeira viatura que encontrou, pensando ser um táxi. A conduzir estava o português que, em vez de levar a jovem para onde ela pediu, a fez sair de Paris. Num descampado, na zona de Yvelines, o emigrante violou a jovem sueca e abandonou-a, seminua.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login