As transferências de dinheiro de Juan Carlos que estão a ser investigadas na Suíça

As transferências de dinheiro de Juan Carlos que estão a ser investigadas na Suíça
Leonor Riso 13 de julho de 2020

Ex-amante de Juan Carlos, secretário de uma fundação do rei emérito e o seu gestor de fundos estão a ser investigados.

Há cada vez mais indícios das suspeitas de fuga ao Fisco que recaem sobre o rei emérito Juan Carlos I. No início do mês, o jornal El Español revelou mais detalhes sobre a Fundação Lucum, onde o rei emérito colocou quase €65 milhões – sobre os quais não pagou impostos.

As autoridades suíças estão a investigar várias transferências relacionadas com essa fundação. Segundo o jornal El País, o procurador suíço Yves Bertossa detetou o caminho feito pela quase totalidade dos €65 milhões transferidos em 2012 por Juan Carlos para a ex-amante, Corinna Larsen (na fotografia, atrás do rei emérito).

Também foi detetado que €3,5 milhões dessa quantia de €65 milhões, transferidos em nome da Lucum (sediada no Panamá), foram para uma conta nas Bahamas pertencente a Dante Canónica, criador e secretário da Fundação Lucum. Esta transferência está a ser alvo da investigação na Suíça, relata o El País.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui