Os negócios imobiliários da Altice, do CEO e do amigo
31 de marçoAntónio José Vilela

Os negócios imobiliários da Altice, do CEO e do amigo

Foram vendidos quatro prédios em Lisboa por cerca de 15 milhões de euros. Os compradores têm ligações a um circuito empresarial montado em Braga, na Zona Franca da Madeira e no Dubai. E com relações ao empresário Hernâni Vaz Antunes, familiares e sócios. Na mesma altura, duas dessas empresas venderam uma moradia a Alexandre Fonseca e dois apartamentos a amigas íntimas de Hernâni e de Armando Pereira.

Todas as suspeitas contra o presidente do Governo da Madeira
18 de marçoAntónio José Vilela

Todas as suspeitas contra o presidente do Governo da Madeira

Miguel Albuquerque é suspeito num processo-crime por corrupção, participação económica em negócio e prevaricação, para além da eventual violação das regras comunitárias em matéria de adjudicação. A investigação foi aberta em 2019 no Funchal. Em causa está a eventual relação entre negócios privados imobiliários de Miguel Albuquerque e o ajuste direto da concessão da Zona Franca da Madeira ao Grupo Pestana.

“Andamos num Cinquecento e o criminoso num Ferrari”
01 de fevereiroAntónio José Vilela

“Andamos num Cinquecento e o criminoso num Ferrari”

Os crimes financeiros e a lavagem de dinheiro são um mundo que conhece bem das operações da PJ onde trabalha há mais de três décadas. O diretor da Unidade de Informação Financeira aproveitou a prática para se doutorar.

Zona Franca da Madeira viola regras das ajudas de Estado
04 de dezembro de 2020Lusa

Zona Franca da Madeira viola regras das ajudas de Estado

Investigação da Comissão Europeia revela que zona abrangeu empresas que não contribuíram para o desenvolvimento da região. As empresas que foram beneficiadas de forma ilegítima terão de devolver o dinheiro, mas o valor não está ainda quantificado.

Os milhões e os negócios suspeitos de Sindika e Isabel dos Santos em Portugal
30 de outubro de 2020António José Vilela

Os milhões e os negócios suspeitos de Sindika e Isabel dos Santos em Portugal

Sindika Dokolo e a mulher Isabel dos Santos são visados em, pelo menos, oito processos crime. Os negócios de diamantes, a compra de imóveis de luxo, os empréstimos milionários para controlar empresas nacionais, o uso da Zona Franca da Madeira por testas de ferro. O marido de Isabel dos Santos morreu esta quinta-feira.

A Newsletter Geral no seu e-mail
Tudo o que precisa de saber todos os dias. Um resumo de notícias, no seu email. (Enviada diariamente)