'A Igreja não pode continuar a ser machista e misógina'
17 de dezembro de 2018Vanda Marques

"A Igreja não pode continuar a ser machista e misógina"

Anselmo Borges, padre e professor universitário, faz um balanço da actuação do Papa num ano em que rebentou o escândalo da pedofilia. Defende que a Igreja tem de se abrir mais e, tal como Jesus, deixar de discriminar as mulheres

A Newsletter Geral no seu e-mail
Tudo o que precisa de saber todos os dias. Um resumo de notícias, no seu email. (Enviada diariamente)