O Orçamento do Estado para 2022 nas contas da sua casa
23 de abrilBruno Faria Lopes

O Orçamento do Estado para 2022 nas contas da sua casa

Vai pagar menos para arranjar o frigorífico e até pode conseguir creche grátis, mas beber um refrigerante ou fumar um cigarro sairá sempre mais caro. Se for funcionário público terá austeridade.

Inflação: Um Orçamento em negação?
13 de abrilMargarida Davim

Inflação: Um Orçamento em negação?

Salários e pensões não acompanham a inflação estimada e também não há mexidas nas tabelas de IRS para acomodar a subida dos preços. Governo acredita que a crise inflacionista é transitória e dá argumentos para isso.

Prepare-se para um grande aumento nos preços de tudo
17 de marçoBruno Faria Lopes

Prepare-se para um grande aumento nos preços de tudo

A invasão da Ucrânia agravou a espiral de custos gerada o ano passado após a pandemia. Os materiais que entram no que consumimos estão todos a subir em flecha. Na batalha para ver quem paga, muitos produtores preparam uma guerra com os supermercados. Mais de metade dos gastos das famílias são nos bens que mais vão subir: alimentos essenciais são o principal.

Governo antecipa mudança nos escalões de IRS
22 de fevereiroLusa

Governo antecipa mudança nos escalões de IRS

Executivo já tem informações suficientes que permitem concluir que as retenções na fonte estão muito acima do desejável, o que obrigaria a um grande volume de reembolsos em 2023,

Quanto do aumento salarial fica no bolso do Estado?
18 de janeiroBruno Faria Lopes

Quanto do aumento salarial fica no bolso do Estado?

Uma empresa aumentou os vencimentos acima do mínimo e viu os trabalhadores levarem menos para casa. Este caso ilustra um dos obstáculos numa economia com baixas remunerações: a política fiscal.

Novas tabelas do IRS isentam de imposto salários e pensões até 710 euros
03 de dezembro de 2021Lusa

Novas tabelas do IRS isentam de imposto salários e pensões até 710 euros

Uma pessoa solteira e sem dependentes que ganha até 718 euros está este ano a descontar 4% de IRS todos os meses. Caso ganhe até 739 euros, desconta 7,2%. A partir de janeiro de 2022, o limite destes escalões sobe para 720 e 740 euros e as taxas aplicáveis descem para, respetivamente, 1,8% e 4,5%.

Arrendamentos em Lisboa com número recorde no primeiro semestre
29 de novembro de 2021Lusa

Arrendamentos em Lisboa com número recorde no primeiro semestre

Segundo a plataforma digital com estatísticas sobre habitação do ISCTE, Lisboa é a cidade da Área Metropolitana com mais novos contratos de arrendamento no primeiro semestre do ano, seguindo-se os concelhos de Sintra e Cascais.

A Newsletter As Mais Lidas no seu e-mail
Às Sextas-Feiras não perca as notícias mais lidas da semana