Depois da Fitch, também a S&P corta perspetiva para Portugal
24 de abril de 2020Jornal de Negócios

Depois da Fitch, também a S&P corta perspetiva para Portugal

A agência de notação financeira pronunciou-se sobre a qualidade da dívida da República, cortando o outlook de positivo para estável, tal como a Fitch tinha feito há uma semana O rating de Portugal mantém-se dois níveis acima de lixo.

S&P melhora perspetiva do rating de Portugal para 'positiva'
13 de setembro de 2019Jornal de Negócios

S&P melhora perspetiva do rating de Portugal para "positiva"

A agência de notação financeira reviu esta sexta-feira em alta a perspetiva para o rating da República Portuguesa. O Ministério das Finanças congratulou-se com a decisão, destacando o benefício que traz às condições de financiamento do Estado, das famílias e das empresas.

Panorama económico global volta a pesar em Wall Street
27 de março de 2019Negócios

Panorama económico global volta a pesar em Wall Street

Os principais índices bolsistas do outro lado do Atlântico encerraram em terreno negativo, com os receios em torno da desaceleração económica mundial a travarem uma vez mais os investidores.

Uma juíza recomendou banir alguns iPhones e fez tremer a bolsa
26 de março de 2019Negócios

Uma juíza recomendou banir alguns iPhones e fez tremer a bolsa

As bolsas do outro lado do Atlântico perderam parte dos ganhos da sessão, pressionadas sobretudo pela queda da Apple, que contagiou negativamente as restantes tecnológicas, depois de uma juíza ter recomendado a proibição dos iPhones.

Prudência dos investidores dá sessão morna a Wall Street
25 de março de 2019Negócios

Prudência dos investidores dá sessão morna a Wall Street

As bolsas do outro lado do Atlântico encerraram a registar uma tendência mista, com descidas e subidas pouco expressivas,. A penalizar estiveram os sinais de desaceleração económica mundial, o que deixa recear que a Fed possa inverter a normalização da política monetária e vir a baixar juros. As tecnológicas estiveram entre as cotadas que mais pesaram, num dia em que a Apple não convenceu o mercado.

Wall Street sofre maior queda dos últimos dois meses
22 de março de 2019Negócios

Wall Street sofre maior queda dos últimos dois meses

As bolsas do outro lado do Atlântico encerraram em terreno negativo, penalizadas pelos sinais de desaceleração económica na Europa, que intensificam os receios em torno de um abrandamento mundial. A tendência registada nos juros das obrigações dos EUA também mostra que os investidores temem que a economia norte-americana esteja mais próxima de uma recessão.

Apple e Fed dão gás a Wall Street
21 de março de 2019Negócios

Apple e Fed dão gás a Wall Street

As bolsas norte-americanas encerraram em alta, animadas pelo bom desempenho da Apple e num dia em que também digeriram melhor a nova postura da Fed e gostaram.

Ausência de subida de juros este ano acalma Wall Street
20 de março de 2019Negócios

Ausência de subida de juros este ano acalma Wall Street

As bolsas norte-americanas encerraram a oscilar entre subidas e descidas não muito acentuadas, tendo reduzido as perdas que estavam a registar assim que se soube que o banco central não tenciona subir a taxa diretora este ano.

Wall Street com tendência mista a aguardar pela Fed
19 de março de 2019Negócios

Wall Street com tendência mista a aguardar pela Fed

As bolsas norte-americanas encerraram em terreno misto, mas sem oscilações expressivas, à espera da decisão de política monetária da Reserva Federal, que amanhã termina a sua reunião de dois dias.

Ganhos tímidos em Wall Street com investidores à espera da Fed
18 de março de 2019Negócios

Ganhos tímidos em Wall Street com investidores à espera da Fed

As bolsas norte-americanas encerraram em ligeira alta, sem grandes euforias, com os investidores a aguardarem pela reunião mensal de política monetária da Reserva Federal. As perdas da Boeing e Amazon também impediram maiores ganhos.

Investidores já exigem quase o mesmo juro a Portugal e a Espanha
18 de março de 2019Record

Investidores já exigem quase o mesmo juro a Portugal e a Espanha

O diferencial entre os juros da dívida portuguesa e espanhola está em mínimos de janeiro de 2010. A melhoria do rating pela Standard & Poor's, as últimas decisões do Banco Central Europeu (BCE) e a incerteza política em Espanha justificam a reduçã

Investidores já exigem quase o mesmo juro a Portugal e a Espanha
18 de março de 2019Negócios

Investidores já exigem quase o mesmo juro a Portugal e a Espanha

O diferencial entre os juros da dívida portuguesa e espanhola está em mínimos de janeiro de 2010. A melhoria do rating pela Standard & Poor's, as últimas decisões do Banco Central Europeu (BCE) e a incerteza política em Espanha justificam a redução do "spread".

A Newsletter SÁBADO É TODOS OS DIAS no seu e-mail
NEWSLETTER EXCLUSIVA PARA ASSINANTES O resumo das notícias pela redação da SÁBADO, sempre ao início da manhã. (Enviada de segunda a sexta)