Colin Powell: quatro estrelas e duas manchas no currículo
18 de outubroMarco Alves

Colin Powell: quatro estrelas e duas manchas no currículo

Primeiro negro secretário de Estado americano, o seu mandato ficou marcado pelo 11 de Setembro, a guerra do Afeganistão (que só agora terminou) e a invasão do Iraque em busca de armas de destruição maciça, que não existiam. Morreu esta segunda-feira vítima de covid-19.

Moçambique: o salvador com um cadastro inquietante
17 de outubroMaria Henrique Espada

Moçambique: o salvador com um cadastro inquietante

O exército ruandês de Paul Kagame trouxe paz ao Norte do país a braços com as milícias islamistas. Mas mais abaixo, em Maputo, há dissidentes ruandeses desaparecidos ou assassinados a tiro no meio da rua, em emboscadas de filme.

Quantos morreram na Guerra Colonial?
10 de outubroLuís Francisco

Quantos morreram na Guerra Colonial?

Foram 10 mil militares portugueses a perder a vida no conflito que durou 13 anos. O tenente-coronel Pedro Marquês de Sousa reúne em livro os números do Ultramar.

Gouveia e Melo: O astro das vacinas
07 de outubroMiriam Assor

Gouveia e Melo: O astro das vacinas

O vice-almirante Gouveia e Melo deixou na semana passada a coordenação da task force da vacinação contra a covid-19. No fim de semana recebeu o Globo de Mérito na gala dos Globos de Ouro da SIC. Um homem de missão, não bebe álcool e tem raízes judaicas, o retrato do militar por Miriam Assor.

O homem que não deixa ninguém para trás
12 de setembroNuno Tiago Pinto e Alexandre Azevedo, nos Estados Unidos

O homem que não deixa ninguém para trás

John Feal chegou ao Ground Zero na noite em que as torres caíram. Agora, juntamente com o humorista Jon Stewart, é um dos rostos de uma comunidade na luta pelos direitos aos cuidados de saúde.

Os longos efeitos do 11 de Setembro
12 de setembroCátia Bruno

Os longos efeitos do 11 de Setembro

O impacto dos atentados às Torres Gémeas e ao Pentágono fez-se sentir muito para além das mortes e dos danos materiais. Refletiu-se na saúde de milhares de nova-iorquinos, na economia mundial, levou à perda de privacidade, a atos de discriminação isolados e a violações dos direitos humanos cometidas por Estados democráticos.

A Newsletter SÁBADO É TODOS OS DIAS no seu e-mail
NEWSLETTER EXCLUSIVA PARA ASSINANTES O resumo das notícias pela redação da SÁBADO, sempre ao início da manhã. (Enviada de segunda a sexta)