Beatriz Gomes Dias defende transportes públicos gratuitos em Lisboa
11 de abrilLusa

Beatriz Gomes Dias defende transportes públicos gratuitos em Lisboa

"A nova Lisboa que queremos construir está assente em cinco pilares principais, que serão as prioridades do nosso programa: 1) responder à crise social; 2) garantir o direito à habitação; 3) lutar pelo clima e mudar a mobilidade; 4) combater as desigualdades e defender a igualdade plena; 5) garantir o direito à criação e fruição cultural", apontou Beatriz Gomes Dias.

Aly Silva: 'Cortaram-me a língua, mas pelo menos não cortaram toda'
10 de marçoLusa

Aly Silva: "Cortaram-me a língua, mas pelo menos não cortaram toda"

Aly Silva, que tem carteira profissional de jornalista de Portugal, disse que tem sido agredido por elementos do poder na Guiné-Bissau, pelo facto de apoiar abertamente Domingos Simões Pereira, candidato que disputou a segunda volta das eleições presidenciais de 2019.

Como Portugal ajudou a desmantelar uma rede jihadista europeia
18 de fevereiroNuno Tiago Pinto

Como Portugal ajudou a desmantelar uma rede jihadista europeia

Uma investigação iniciada em Portugal detectou uma célula do Estado Islâmico com ramificações em vários países europeus. O grupo estava a preparar um atentado seguindo instruções vindas da Síria e tinha ligações aos responsáveis pelos ataques de Paris e Bruxelas. Um dos elementos foi agora condenado a 30 anos de prisão, em França.

Marcelino da Mata, o comando que escapou a uma certidão de óbito por fuzilamento
14 de fevereiroEduardo Dâmaso

Marcelino da Mata, o comando que escapou a uma certidão de óbito por fuzilamento

Na morte de Marcelino da Mata regressa o seu mito mas também a memória dos comandos africanos deixados a morrer em Bissau, às mãos do PAIGC. Uma página de ignomínia na história portuguesa contemporânea, que permanece como uma ferida aberta, a que mais facilmente podemos chamar crime de guerra do que a qualquer operação dos comandos africanos feitas no teatro de um conflito que representou, mais do que qualquer outro, o estertor do império colonial português.

Estrangeiros impedidos de entrar em Portugal nos aeroportos vão ter direito a advogado
04 de novembro de 2020Lusa

Estrangeiros impedidos de entrar em Portugal nos aeroportos vão ter direito a advogado

O protocolo garante a assistência jurídica do Estado a cidadãos estrangeiros cuja entrada em território nacional tenha sido recusada nos aeroportos de Lisboa, Porto, Faro, Funchal e Ponta Delgada, assegurando assim "o pleno acesso ao direito e aos tribunais para defesa dos seus direitos e interesses legalmente protegidos".

A Newsletter Geral no seu e-mail
Tudo o que precisa de saber todos os dias. Um resumo de notícias, no seu email. (Enviada diariamente)