Pussy Riot: “Queremos que as pessoas vejam e ouçam a verdade”
Filipa Vaz Teixeira

Pussy Riot: “Queremos que as pessoas vejam e ouçam a verdade”

Músicas, ativistas, performers, as Pussy Riot andam desde o dia 12 de maio numa digressão europeia de dezanove datas para protestar contra “a guerra de Putin” e apoiar a população da Ucrânia. Porto, no dia 8, e Lisboa, no dia 9 de junho, são as últimas paragens de “Riot Days”, que não encerra, contudo, uma luta que vem sendo travada desde 2011.

Filhos da guerra. Reportagem especial na fronteira da Ucrânia
Sandra Felgueiras, na Polónia

Filhos da guerra. Reportagem especial na fronteira da Ucrânia

Na estação de Przemysl, na fronteira polaca, são milhares os ucranianos que chegam em fuga da guerra. Crianças, bebés e as suas mães são a maioria. Não sabem o que vão fazer a seguir, mas estão a receber ajuda para se instalarem na União Europeia.

A Newsletter As Mais Lidas no seu e-mail
Às Sextas-Feiras não perca as notícias mais lidas da semana