Anita Lasker-Wallfisch, música na salvação
OntemMiriam Assor

Anita Lasker-Wallfisch, música na salvação

Durante quatro décadas não falou do passado. Mesmo os filhos foram mantidos no escuro do sofrimento. O violoncelo, que aprendera em Berlim, salvou-a da câmara de gás e do crematório.

Superficialidades Desenvoltas - Parte III
29 de novembro de 2021João Pedro George

Superficialidades Desenvoltas - Parte III

Ao impor um modelo único de etnografia, Ramada Curto incorre no anacronismo paternalista de quem pretende disciplinar os usos da ciência.

Superficialidades desenvoltas - Parte I
27 de novembro de 2021João Pedro George

Superficialidades desenvoltas - Parte I

Alcindo "não se constrói como um close up de 17 jovens neonazis, mas como um grande plano sobre Portugal". Este foi o filme que Miguel Dores, os colaboradores mais próximos (Filipe Casimiro, operador de câmara, e Beatriz Carvalho, psicóloga do ISPA) e a produtora Maus da Fita realizaram. Diogo Ramada Curto (DRC), a avaliar pelos textos que escreveu no Contacto viu outra coisa.

A poker face de Oscar Isaac no novo filme de Paul Schrader
18 de novembro de 2021Pedro Marta Santos

A poker face de Oscar Isaac no novo filme de Paul Schrader

The Card Counter – O Jogador, escrito e realizado por Paul Schrader, tem Oscar Isaac no papel de um jogador de póquer. Integrou a programação do Leffest e estreia esta semana nas salas de cinema de todo o País.

Caderno de Significados

Novos casos, velha corrupção

Nestes 30 anos, os processos não têm parado. Há corrupção nos militares, nos hospitais, nos tribunais, na segurança social, fundos comunitários, transportes, ambiente. Há corrupção nas rendas do Estado e nas barragens. E isso, não tenhamos ilusões, não vai parar. Os casos serão sempre novos, mas a corrupção já muito velha.

19.10.2021

O Cônsul Maior, Aristides de Sousa Mendes

Levado para um lugar com tinta do antigo regime que o matou, a cerimónia da manhã do dia 19 de outubro que sirva para ser um início e não um fim, para honrar, na prática, e verdadeiramente, o cônsul de Portugal em Bordéus.

Como é viver entre dois empregos?
19 de setembro de 2021Sónia Bento

Como é viver entre dois empregos?

Para ter um dinheiro extra no fim do mês, há quem saia de um trabalho para entrar noutro. Como um bancário que é fotógrafo ou uma farmacêutica que vende casas.

A Newsletter As Mais Lidas no seu e-mail
Às Sextas-Feiras não perca as notícias mais lidas da semana