Já comeu num restaurante-fantasma?
09 de abrilRaquel Lito

Já comeu num restaurante-fantasma?

Longe da vista, há chefs que montam negócios de baixo orçamento: a partir de 10 mil euros. Se o menu for bom e a localização central podem ser bem-sucedidos. A SÁBADO visitou as cozinhas escondidas.

Luís Champalimaud, a queda de um milionário
08 de abrilAna Taborda

Luís Champalimaud, a queda de um milionário

O herdeiro de mais de 200 milhões de euros de uma das maiores fortunas portuguesas está em apuros: vendeu fazendas no Brasil, entregou duas herdades icónicas ao BCP e foi parar a um fundo-abutre. O negócio em que o pai foi rei, o cimento, está a ser o fim da herança do filho. Luís mantém a esperança, mas as perspetivas são negras.

Os negócios imobiliários da Altice, do CEO e do amigo
31 de marçoAntónio José Vilela

Os negócios imobiliários da Altice, do CEO e do amigo

Foram vendidos quatro prédios em Lisboa por cerca de 15 milhões de euros. Os compradores têm ligações a um circuito empresarial montado em Braga, na Zona Franca da Madeira e no Dubai. E com relações ao empresário Hernâni Vaz Antunes, familiares e sócios. Na mesma altura, duas dessas empresas venderam uma moradia a Alexandre Fonseca e dois apartamentos a amigas íntimas de Hernâni e de Armando Pereira.

Concerto em Barcelona juntou cinco mil pessoas
28 de março

Concerto em Barcelona juntou cinco mil pessoas

Com uso de máscara obrigatório e após teste negativo à covid-19, cinco mil pessoas puderam misturar-se livremente num concerto da banda de rock espanhola Love of Lesbian, um teste à prevenção de surtos da doença em grandes eventos culturais.

'Erro humano' pode ter encalhado navio no Canal do Suez
28 de marçoLusa

"Erro humano" pode ter encalhado navio no Canal do Suez

O navio, do tamanho de um arranha-céus, atravessou-se no Canal do Suez, no Egito, na noite de terça para quarta-feira. Ventos fortes e tempestade de areia foram apontados como causas, mas autoridades egípcias avançam que "outros erros, humanos ou técnicos, poderão ter entrado em jogo".

Canal do Suez entupido? Pandemia foi pior para os tripulantes
26 de marçoLeonor Riso

Canal do Suez entupido? Pandemia foi pior para os tripulantes

"Tripulante foi das profissões mais castigadas ao longo da pandemia", afirma diretor executivo da Agepor – Associação dos Agentes de Navegação de Portugal. Sem Suez, resta o Cabo da Boa Esperança para os navios.

A Newsletter Geral no seu e-mail
Tudo o que precisa de saber todos os dias. Um resumo de notícias, no seu email. (Enviada diariamente)