Muitos seguranças de discotecas 'têm registos criminais com apensos e encontram-se ainda a exercer'
14 de outubroAna Bela Ferreira

Muitos seguranças de discotecas "têm registos criminais com apensos e encontram-se ainda a exercer"

Miguel Ferreira, CEO da empresa de segurança privada COPS, pede mais fiscalização por parte do Departamento de Segurança Privada da PSP, para evitar situações como a da agressão que envolveu um segurança porteiro de um bar em Albufeira. "Temos ainda conhecimento que muitos dos vigilantes ativos no setor da segurança privada não fizeram a formação de vigilante, limitando-se a comprar o cartão. É urgente uma fiscalização mais adequada no setor", apela.

Gouveia e Melo: O astro das vacinas
07 de outubroMiriam Assor

Gouveia e Melo: O astro das vacinas

O vice-almirante Gouveia e Melo deixou na semana passada a coordenação da task force da vacinação contra a covid-19. No fim de semana recebeu o Globo de Mérito na gala dos Globos de Ouro da SIC. Um homem de missão, não bebe álcool e tem raízes judaicas, o retrato do militar por Miriam Assor.

Parlamento discute esta quarta-feira 'bodycams' nos uniformes de polícias
06 de outubroLusa

Parlamento discute esta quarta-feira 'bodycams' nos uniformes de polícias

As 'bodycams', pequenas câmaras de vídeo incorporadas nos uniformes dos agentes da PSP, têm sido um dos instrumentos reivindicados pela polícia e alvo de debate, nomeadamente na sequência de alguns casos mediáticos em que imagens de operações policiais são divulgadas através de telemóveis.

Coreia do Sul admite fim do consumo de carne de cão
27 de setembroRita Pereira Carvalho

Coreia do Sul admite fim do consumo de carne de cão

O abate cruel de animais está proibido por lei, mas o consumo de carne de cão ainda é permitido. O chefe de estado sul-coreano avança agora com a questão: "Não terá chegado o momento de considerar a proibição do consumo da carne de cão?"

Aborto em caso de trissomia 21. Até quando deve ser possível tomar uma decisão?
23 de setembroRita Pereira Carvalho

Aborto em caso de trissomia 21. Até quando deve ser possível tomar uma decisão?

Tribunal britânico manteve a lei do aborto em caso de trissomia 21 até ao fim da gravidez. Em Portugal, apesar de o aborto ser permitido até às 10 semanas, se for diagnosticada esta doença, o limite passa para 24. "Cada um tem liberdade para escolher e todos têm o direito à vida, mas as pessoas com trissomia 21 não têm, porque são selecionadas".

A Newsletter SÁBADO É TODOS OS DIAS no seu e-mail
NEWSLETTER EXCLUSIVA PARA ASSINANTES O resumo das notícias pela redação da SÁBADO, sempre ao início da manhã. (Enviada de segunda a sexta)