Pedro Brito: o regresso do irmão pródigo
18:00Pedro Henrique Miranda

Pedro Brito: o regresso do irmão pródigo

Escreveu canções emblemáticas, recusou o estrelato e desistiu da música por 20 anos. Agora, recorre ao jazz para falar do seu passado: "Se Deus Quiser" é o seu primeiro EP a solo em décadas.

A corredora de fundo à frente da TAP
OntemBruno Faria Lopes

A corredora de fundo à frente da TAP

É descrita como direta, terra-a-terra e cumpridora daquilo que promete. A primeira mulher a liderar a TAP - adepta de fitness e de maratonas - já presidiu a companhias aéreas, mas enfrenta agora o seu maior desafio. A sua passagem pela fracassada Flybe está a dar falatório a TAP.

Dispositivos eletrónicos no quarto prejudicam sono e saúde das crianças
08 de junhoLusa

Dispositivos eletrónicos no quarto prejudicam sono e saúde das crianças

Foram analisados dados de 8.430 crianças, com idades dos três aos 10 anos, de escolas públicas e privadas das cidades do Porto, Coimbra e Lisboa, permitiu concluir que "os dispositivos eletrónicos disponíveis em casa, especialmente no quarto, diminuíram significativamente o tempo de sono das crianças".

Teerão obsidional

O Irão ocupa uma posição pivot na geopolítica do Médio Oriente e Ásia Central. Atualmente, representa a última economia emergente, com enorme potencial e múltiplas oportunidades, a entrar no mercado global.

AAC repudia marcha do Chega “pelas pessoas de bem”
28 de maioRui Avelar

AAC repudia marcha do Chega “pelas pessoas de bem”

Congresso do Chega, em Coimbra, coincide com 95º. aniversário do golpe de Estado de 28 de maio. Baluarte da memória, a Associação Académica faz a defesa da cidadania, da democracia e da liberdade.

Temos de falar sobre as mulheres na arte
25 de maioMarkus Almeida

Temos de falar sobre as mulheres na arte

Mesa-redonda moderada por Paula Moura Pinheiro realiza-se esta terça, às 18h30, na Galeria São Roque, em Lisboa. Exposição com 91 obras de mulheres-artistas portuguesas pode ser visitada até 31 de julho.

O pântano corporativo

Os meios corporativos, todos sabemos, são hostis à extravagância dos indivíduos que insistem em manter o sentido da sua independência e que não andam de cócoras, que não pedem esmola à porta dos donos do dinheiro e não frequentem os saraus e as mesas dos grandes senhores.

A maldição da Terra Santa
22 de maioJoão Carlos Barradas

A maldição da Terra Santa

As chefias político-militares israelitas voltaram à tática de “aparar a relva”: devastação militar de alvos inimigos de modo a debilitar ao máximo a sua capacidade letal. E o Hamas triunfa, sem teto, entre ruínas.

O Estado e o estrume

No essencial, a festa do título do Sporting mostra uma completa ausência da noção de Estado e de autoridade política. Todos se procuraram desresponsabilizar e, com isso, deram um deprimente espetáculo de passa-culpas.

A Newsletter Geral no seu e-mail
Tudo o que precisa de saber todos os dias. Um resumo de notícias, no seu email. (Enviada diariamente)