Emma Donoghue: 'Todos os meus livros são feministas'
12 de abrilRita Bertrand

Emma Donoghue: "Todos os meus livros são feministas"

A autora de O Quarto de Jack terminou em março de 2020 um romance sobre a pandemia que afetou o mundo em 1918. Não imaginava que vinha aí a covid. A Dança das Estrelas tem agora edição portuguesa.

Luís Champalimaud, a queda de um milionário
08 de abrilAna Taborda

Luís Champalimaud, a queda de um milionário

O herdeiro de mais de 200 milhões de euros de uma das maiores fortunas portuguesas está em apuros: vendeu fazendas no Brasil, entregou duas herdades icónicas ao BCP e foi parar a um fundo-abutre. O negócio em que o pai foi rei, o cimento, está a ser o fim da herança do filho. Luís mantém a esperança, mas as perspetivas são negras.

Livro Verde alarga teletrabalho sem acordo e inclui também o Estado
31 de marçoLusa

Livro Verde alarga teletrabalho sem acordo e inclui também o Estado

Documento que será a base para a regulamentação de novas formas de trabalho defende que a legislação deve “alargar as situações em que o trabalhador tem direito a teletrabalho independentemente de acordo com o empregador, em modalidade de teletrabalho total ou parcial”.

O fim do beijinho ou como a pandemia vai mudar o nosso comportamento
28 de marçoAna Bela Ferreira

O fim do beijinho ou como a pandemia vai mudar o nosso comportamento

Mais teletrabalho e compras online, estas podem ser as mudanças mais imediatas trazidas pela pandemia. O psicólogo Osvaldo Santos antecipa ainda o aumento da distância social em espaços públicos e o uso mais frequente de máscara como hábitos pós-pandemia.

Vice do Chega: 'Nos comentários aos meus artigos já li 'olha mais um monhé''
25 de marçoAlexandre R. Malhado

Vice do Chega: "Nos comentários aos meus artigos já li 'olha mais um monhé'"

Foi retornado, viveu numa barraca, trabalhou nas obras (e não só), mas afastou-se para muito longe do cliché do negro pobre. Professor, colunista do Observador, coordena o gabinete de estudos do Chega. Aprecia a ordem e a autoridade. Até nas suas aulas, na Margem Sul do Tejo.

O negócio das casas: escolhas certas até ao fim do ano
25 de marçoRaquel Lito

O negócio das casas: escolhas certas até ao fim do ano

Os centros históricos estão em saldos, mas quem quer comprar novo valoriza as varandas com vista. Nas vendas, o timing é... agora. Antes que acabem as moratórias, em setembro, e dispare a oferta. Leia os conselhos de 20 especialistas.

A Newsletter Geral no seu e-mail
Tudo o que precisa de saber todos os dias. Um resumo de notícias, no seu email. (Enviada diariamente)