Presidente da Câmara de Sines diz-se inocente e promete colaborar
Lusa

Presidente da Câmara de Sines diz-se inocente e promete colaborar

Nuno Mascarenhas esteve detido seis dias. Para já, o juiz de instrução decidiu que o autarca fica com termo de identidade e residência, descartando nesta fase os indícios apresentados pelo Ministério Público de que seria suspeito de tráfico de influência e de corrupção passiva.

A Newsletter As Mais Lidas no seu e-mail
Às Sextas-Feiras não perca as notícias mais lidas da semana