O pântano italiano

O que se abre aqui, neste jogo das alianças pós-eleitorais possíveis, é tão só a velha porta do pântano italiano. Foi também em nome da estabilidade, da governabilidade e, claro, do fantasma anticomunista, que Itália foi governada meio século por coligações de democratas-cristãos, socialistas, liberais e republicanos.

Autarcas e cobradores de promessas
11 de outubroMaria Henrique Espada

Autarcas e cobradores de promessas

António Costa comprometeu-se com projetos do PRR, em campanha eleitoral pelos candidatos do PS. Os sociais democratas que ganharam exigem que agora as cumpra.

9
Carlos Moedas: 34 histórias do senhor 34% em Lisboa
30 de setembroMaria Henrique Espada

Carlos Moedas: 34 histórias do senhor 34% em Lisboa

Ensaiou discurso para este cenário? “Acha?”, ri-se. No fim de uma noite de nervos, Rui Rio ligou, Marcelo Rebelo de Sousa ligou, Medina ligou, outros autarcas ligaram, alguns velhos amigos e até alguns novos ligaram, e umas centenas ficaram sem resposta. Garante que a mulher lhe vai manter os pés assentes na terra.

O outro lado de Moedas

Fazemos um retrato de Carlos Moedas, entrevistámos o ministro das Finanças a poucos dias da entrega da proposta de Orçamento do Estado e fizemos uma prova cega com crianças para ver o que elas acham de alimentos sem açúcar

Os outros vencedores (e derrotados) das Autárquicas
28 de setembroDiogo Camilo

Os outros vencedores (e derrotados) das Autárquicas

Lisboa foi um de dois concelhos a serem decididos por menos de 1%, mas Lajes de Flores, nos Açores, viu o seu presidente ser eleito por uma diferença de apenas 18 votos. Em Bragança, Madeira e Açores, todos os concelhos foram ganhos com maioria absoluta. Em Figueira de Castelo Rodrigo, o Livre teve o pior resultado destas eleições: 9 votos.

A hecatombe autárquica do Bloco de Esquerda
27 de setembroDiogo Barreto

A hecatombe autárquica do Bloco de Esquerda

A noite eleitoral para o Bloco terminou por volta da 0h30 com Catarina Martins a prometer que não iria negociar com a direita. O Bloco perdeu oito vereadores.

Olaf Scholz ou Armin Laschet: Qual dos discípulos de Merkel vai rir por último?
27 de setembroTiago Carrasco

Olaf Scholz ou Armin Laschet: Qual dos discípulos de Merkel vai rir por último?

Os partidos liderados por Scholz e Laschet cruzaram a linha da meta lado a lado nas eleições de ontem. Só após meses de negociações com outros partidos se vai saber qual deles vai ser o novo chanceler alemão. O social-democrata é um tecnocrata seco mas competente, o conservador comete mais erros, embora melhor a formar alianças. São ambos próximos de Merkel.

A noite do nem por poucochinho
27 de setembroMaria Henrique Espada

A noite do nem por poucochinho

Medina disse que a derrota é "pessoal e instransmissível". Por isso mesmo, será cadastro na eventual corrida à sucessão de Costa.

Carlos Moedas ganhou a Câmara de Lisboa
Ao minutoSÁBADO

Carlos Moedas ganhou a Câmara de Lisboa

Vitória do candidato da coligação PSD/CDS/PPM/MPT/Aliança foi por pouco mais de mil votos. Fernando Medina deverá reconhecer a derrota na próxima hora.

A Newsletter As Mais Lidas no seu e-mail
Às Sextas-Feiras não perca as notícias mais lidas da semana