'Já vem tarde', diz dirigente do CDS sobre demissão na Guarda
09 de abrilMargarida Davim

"Já vem tarde", diz dirigente do CDS sobre demissão na Guarda

João Merino, da Comissão Política Nacional do CDS, não poupa críticas ao líder demissionário da distrital da Guarda, que sai por não haver acordo na Mêda com o PSD. "Se não é incompetência é má-fé", reage à SÁBADO.

Tudo sobre o “grave” caso de Benjamin Netanyahu
05 de abrilAndré Rito

Tudo sobre o “grave” caso de Benjamin Netanyahu

Charutos, boa imprensa e presentes. O Ministério Público apresentou esta segunda-feira a acusação contra o primeiro-ministro israelita. Suspeito dos crimes de suborno, fraude e abuso de confiança, Netanyahu terá usado o poder “de forma ilegítima” para “favorecer assuntos pessoais”.

Sindicalistas vão pedir ao Governo renacionalização dos CTT
05 de abrilLusa

Sindicalistas vão pedir ao Governo renacionalização dos CTT

Esta terça-feira, a Fectrans entrega um postal ao ministro das Infraestruturas a pedir a renacionalização dos correios. Quinzena de esclarecimento, que dura até 16 de abril, vai envolver plenários, debates e ações de rua por todo o país.

Os negócios imobiliários da Altice, do CEO e do amigo
31 de marçoAntónio José Vilela

Os negócios imobiliários da Altice, do CEO e do amigo

Foram vendidos quatro prédios em Lisboa por cerca de 15 milhões de euros. Os compradores têm ligações a um circuito empresarial montado em Braga, na Zona Franca da Madeira e no Dubai. E com relações ao empresário Hernâni Vaz Antunes, familiares e sócios. Na mesma altura, duas dessas empresas venderam uma moradia a Alexandre Fonseca e dois apartamentos a amigas íntimas de Hernâni e de Armando Pereira.

As ligações perigosas entre Arnaut e um empresário sérvio
31 de marçoDragana Pećo (OCCRP/KRIK)

As ligações perigosas entre Arnaut e um empresário sérvio

O escritório de José Luís Arnaut aconselhou o governo da Sérvia na concessão para expandir o aeroporto de Belgrado, que foi entregue à francesa Vinci. A empresa - dona da ANA, presidida pelo ex-ministro do PSD - comprou uma parcela de terreno a Stanko Subotic. Pouco depois, os dois homens tornaram-se sócios.

PSD: Há um 'assalto ao poder' em Lisboa?
24 de marçoMargarida Davim

PSD: Há um "assalto ao poder" em Lisboa?

No PSD Lisboa a participação de Paulo Ribeiro, João Montenegro e Hugo Carvalho na candidatura de Carlos Moedas é vista como “uma invasão de elementos estratégicos” ao serviço de Rio para “implodir a concelhia e a distrital” antes das próximas diretas. Tese é contrariada pelo líder da distrital e pela campanha de Moedas.

A Newsletter Geral no seu e-mail
Tudo o que precisa de saber todos os dias. Um resumo de notícias, no seu email. (Enviada diariamente)