Os pupilos da senhora reitora
25 de fevereiroBruno Faria Lopes

Os pupilos da senhora reitora

Das nomeações para o gabinete no ISCTE, de que é reitora, à orientação de teses de ex-governantes e jovens socialistas, a rede de Maria de Lurdes Rodrigues ilustra o circuito fechado, e antigo, entre o PS e uma das universidades mais influentes do País.

Toda a história de um grupo de traficantes amadores
24 de fevereiroAntónio José Vilela

Toda a história de um grupo de traficantes amadores

A Polícia Judiciária esteve quase dois anos à espera que um grupo de empresários e pescadores fizesse um transporte de droga. Os suspeitos falharam várias ações e até tiveram de afundar um barco – foram salvos pela Força Aérea - para disfarçar uma ação mal feita que os colocou sob pressão de narcotraficantes espanhóis, colombianos, marroquinos e sérvios. No fim, o suspeito nº1 português não foi detido.

Como Angola dominou os bancos portugueses
22 de fevereiroAntónio José Vilela

Como Angola dominou os bancos portugueses

O braço de ferro durou anos. Houve pressões, jogos de bastidores e muito dinheiro envolvido. Os milhões de Angola colocados na banca nunca tiveram uma origem bem definida: eram do Estado e de figuras poderosas do regime liderado por José Eduardo dos Santos. Estas são as histórias dos esquemas cruzados, offshores, lavagem de dinheiro e relações perigosas.

O caminho caro para ser Capital Europeia da Cultura
22 de fevereiroAlexandre R. Malhado

O caminho caro para ser Capital Europeia da Cultura

Entre as 10 autarquias a concorrer há orçamentos milionários. Na Guarda e em Coimbra, os diretores de candidatura têm contratos de mais de 100 mil euros. E a conta passa a barreira do milhão.

Marco Galinha. De vendedor de tabaco a novo tubarão dos media
20 de fevereiroMarco Alves

Marco Galinha. De vendedor de tabaco a novo tubarão dos media

Criado numa família humilde da Benedita, começou no negócio do sogro, a vender tabaco pelos cafés. Depois vendeu bicicletas e criou em Lisboa um pequeno império empresarial. As histórias familiares e privadas no novo presidente da Global Media.

Instantâneos ou quase (36)

O ministro Brandão Rodrigues é uma autêntica nulidade na pasta da Educação, sobretudo num momento como este. Não faz o que promete, não faz o que deve. E é quase ofensivo que cirande por programas de entretenimento nas televisões.

A Newsletter Geral no seu e-mail
Tudo o que precisa de saber todos os dias. Um resumo de notícias, no seu email. (Enviada diariamente)