Mirabolando ou as crónicas recicladas de Manguel
01 de abrilJoão Pedro George

Mirabolando ou as crónicas recicladas de Manguel

O facto de os textos de Manguel publicados no jornal mais vendido em Portugal serem mercadoria antiga, prosa que o tangoso argentino publica e republica, vende e revende, porque este é o seu modo de ganhar a vida, não é particularmente significativo, nem esse é o escopo desta história mil vezes contada. Um ensaio de João Pedro George

Fejsa: 'Na despedida do Benfica, chorei todo o dia'
27 de marçoPedro Ponte

Fejsa: "Na despedida do Benfica, chorei todo o dia"

Ljubomir Fejsa falou com a SÁBADO desde Belgrado, enquanto fazia uma nova tatuagem. Recordou os sete anos no Benfica e a infância em Vrbas, marcada pela guerra dos Balcãs. A jogar na Arábia Saudita, diz que apenas espera que o Sérvia-Portugal, este sábado, "seja um bom jogo de futebol".

10
PCP: 100 anos, 100 factos
06 de marçoRicardo Santos

PCP: 100 anos, 100 factos

É o mais antigo partido político português e um dos sobreviventes entre os partidos comunistas mundiais. Celebra hoje 100 anos de vida, com episódios para todos os gostos: aventura, traição, morte, mudança, resistência, apogeu e declínio. No aniversário de século, escolhemos 100 factos que marcaram o mundo dos comunistas portugueses.

Lili Caneças ou a extraordinária vida de Maria Alice
16 de fevereiroCatarina Moura

Lili Caneças ou a extraordinária vida de Maria Alice

Filha de um oficial da Marinha, privou na adolescência com as famílias aristocratas exiladas em Portugal. Após o divórcio, chegou a vender pullovers aos amigos para pagar as contas. Foi cortejada por nobres e milionários, parou o País por causa de uma cirurgia estética e continua a ir às festas internacionais mais exclusivas. Agora, aos 76 anos, Lili Caneças mantém-se relevante graças aos contactos e às redes sociais.

O primeiro shopping português
07 de fevereiroAndré Rito

O primeiro shopping português

Inaugurado em 1951, tinha 40 lojas e até rinque de patinagem. Obra-prima do modernismo, teve tantas polémicas como clientes.

Operação Marosca
30 de janeiroJoão Pedro George

Operação Marosca

A 16 de Dezembro de 1972, quatro caças-bombardeiros largaram várias bombas nas povoações de Wiriamu, Juwau e Chawola. Enquanto isso, cinco helicópteros desembarcavam quatro grupos da 6ª Companhia de Comandos, Grupos Especiais de Pára-quedistas, mercenários e agentes da PIDE/DGS, os quais cercaram as aldeias e desataram a metralhar os aldeões, incluindo mulheres e crianças.

A Newsletter Geral no seu e-mail
Tudo o que precisa de saber todos os dias. Um resumo de notícias, no seu email. (Enviada diariamente)