O Sr. Antero e o Sr. Morgado, ora juízes ora ajudantes políticos – como outros

São um mau exemplo, como já foram outros. Mas parece que já ninguém repara. Chegou-se a uma estranha normalidade que não admite este tipo de reclamações em público. Nem aos jornalistas, por causa das fontes. Mas apetece-me dizer – para estes e outros que já fizeram o mesmo caminho – "Srs. juízes, fiquem nos tribunais. Ou então, saiam de vez." Foi para isso que ganharam o direito a usarem as vestes, é para isso que são necessários, é por isso que a sociedade lhes reconhece méritos de julgar, de decidir sobre as nossas vidas.

A Newsletter Geral no seu e-mail
Tudo o que precisa de saber todos os dias. Um resumo de notícias, no seu email. (Enviada diariamente)