2
A carta revoltada de um médico aos pais que mataram a filha
15 de dezembro de 2018Leonor Riso

A carta revoltada de um médico aos pais que mataram a filha

Marco Vargas, médico num hospital pediátrico na Costa Rica, contou no Facebook a história de M. A bebé, que tinha um ano e dois meses, não resistiu aos ferimentos infligidos pela mãe e pelo padrasto.

A Newsletter Geral no seu e-mail
Tudo o que precisa de saber todos os dias. Um resumo de notícias, no seu email. (Enviada diariamente)