Cuidados intensivos

Isto é um assalto

Se algo faz mal aos mais pobres, devemos limitar ou abolir o acesso deles à fonte dos seus infortúnios. Porque os pobres, sugere o novo puritanismo, são como crianças que não entendem os males do mundo. Precisam de uma mão tutelar, e obviamente estatal, para poderem viver e crescer nos seus habitats incorrompidos

Proteção Civil: Três dias a ouvir emergências
25 de fevereiroAndré Rito

Proteção Civil: Três dias a ouvir emergências

Festas ilegais interrompidas, tentativas de suicídio, um carro levado pelo rio. A SÁBADO acompanhou os pedidos de socorro feitos à Proteção Civil que podem ser seguidos em tempo real no site da instituição.

José Tolentino Mendonça vence Prémio Universidade de Coimbra
25 de fevereiroLusa

José Tolentino Mendonça vence Prémio Universidade de Coimbra

"Trata-se de uma figura ímpar, uma pessoa da cultura, com uma visão social inclusiva, que tocou muito diretamente ao júri, que o nomeou por unanimidade", realçou o reitor, referindo que o cardeal destacou-se dos demais candidatos "pela figura inquestionável que é no plano nacional e internacional".

Em redor...

Nós e os nossos Mundos

Procurar compreender o nosso comportamento – e os pensamentos (cognições) e sentimentos (emoções) a ele associados – e como este é influenciado e influencia o contexto que o determina, creio interessar ou mesmo fascinar a todas/os. Fez de mim psicólogo. 

Como Angola dominou os bancos portugueses
22 de fevereiroAntónio José Vilela

Como Angola dominou os bancos portugueses

O braço de ferro durou anos. Houve pressões, jogos de bastidores e muito dinheiro envolvido. Os milhões de Angola colocados na banca nunca tiveram uma origem bem definida: eram do Estado e de figuras poderosas do regime liderado por José Eduardo dos Santos. Estas são as histórias dos esquemas cruzados, offshores, lavagem de dinheiro e relações perigosas.

A Newsletter Geral no seu e-mail
Tudo o que precisa de saber todos os dias. Um resumo de notícias, no seu email. (Enviada diariamente)