Covid-19. Qual é a melhor maneira de medir a eficácia da vacina?
09 de julhoDiogo Camilo

Covid-19. Qual é a melhor maneira de medir a eficácia da vacina?

Como era impossível medir todos os tipos de defesas à covid-19 que o nosso corpo tem, farmacêuticas mediram a eficácia de vacinas através do número de vacinados que ficaram infetados. Agora, com toda a informação disponível, surgem novas formas de perceber se e quanta eficácia uma nova vacina tem.

Sanzala Mihinjo, Abril de 1961
30 de maioAntónio Araújo

Sanzala Mihinjo, Abril de 1961

Tomada a decisão, em breves instantes apenas fuzilaram cinco vidas. Dos cadáveres então feitos cortaram as cabeças. E depois o soba colocou as cabeças nos paus, onde ficaram expostas sete dias. Os paus, esses, permaneceram para sempre, à vista de todos, na Sanzala Mihinjo, Abril de 1961.

O depoimento explosivo que cola Marcelo a Ricardo Salgado
14 de abrilCarlos Rodrigues Lima

O depoimento explosivo que cola Marcelo a Ricardo Salgado

Pedro Queiroz Pereira declarou ao Ministério Público que, no passado, o banqueiro "comprou" o atual Presidente da República, contratando o escritório da namorada. "Eu sou incomprável", respondeu Marcelo Rebelo de Sousa à SÁBADO.

Quanto tempo após a toma da vacina é que fico imune?
23 de marçoDiogo Camilo

Quanto tempo após a toma da vacina é que fico imune?

Todas as vacinas autorizadas na União Europeia - e em Portugal - registaram eficácias altas, mas a imunidade à covid-19 pode não surgir logo após a primeira dose. Eficácias acima dos 90% após a primeira toma significam menos hipóteses de ser infetado após exposição ao vírus, não imunidade.

Stalkerware: Como é fácil espiar o seu telemóvel
11 de marçoLeonor Riso

Stalkerware: Como é fácil espiar o seu telemóvel

Relatório da empresa de cibersegurança Kaspersky revela que Portugal foi o 12.º país mais afetado a nível europeu em 2020 por este software, que regista localização, chamadas e mensagens de um telemóvel.

Prepare-se para mais um verão anormal
11 de fevereiroDiogo Barreto

Prepare-se para mais um verão anormal

Com a vacinação já avançada e menos casos pode ser possível levantar várias das restrições atuais até ao verão. Mas será muito difícil voltar a uma "normalidade" pré-pandemia este ano.

Putin, o Temível

O presidente russo tem posto em prática, na segunda década do séc. XXI, as novas formas de utilização do poder nacional, como nenhum outro líder ou estado ao nível mundial alguma vez pôs.

A Newsletter Geral no seu e-mail
Tudo o que precisa de saber todos os dias. Um resumo de notícias, no seu email. (Enviada diariamente)