Como Angola dominou os bancos portugueses
22 de fevereiroAntónio José Vilela

Como Angola dominou os bancos portugueses

O braço de ferro durou anos. Houve pressões, jogos de bastidores e muito dinheiro envolvido. Os milhões de Angola colocados na banca nunca tiveram uma origem bem definida: eram do Estado e de figuras poderosas do regime liderado por José Eduardo dos Santos. Estas são as histórias dos esquemas cruzados, offshores, lavagem de dinheiro e relações perigosas.

Como Angola escondeu a fraude no BES
18 de fevereiroCarlos Rodrigues Lima

Como Angola escondeu a fraude no BES

O procurador do caso BES considerou que os acionistas do banco angolano fizeram uma espécie de chantagem: ou havia uma garantia soberana ou revelavam publicamente a fraude, que arrastaria todo o sistema bancário.

3
A incrível história do IVA que quase fez perder o mandato a um autarca
17 de fevereiroMargarida Davim

A incrível história do IVA que quase fez perder o mandato a um autarca

Uma empresa falida, uma lei da troika, uma dívida reclamada pelo Estado, relações familiares, fogaças e suspeições numa guerra judicial que foi até ao Supremo, quase custava o mandato ao presidente da Câmara da Maia e ainda pode acabar num processo contra o Estado.

Vacinação e propaganda

Quase um ano depois do primeiro confinamento, Portugal e o mundo continuam a enfrentar a maior crise sanitária do nosso tempo e essa é a magnitude do problema, que exige respostas pouco compatíveis com mera propaganda.

A ministra que se perdeu no labirinto da Saúde
07 de fevereiroBruno Faria Lopes

A ministra que se perdeu no labirinto da Saúde

Marta Temido prefere centralizar tudo e ouve pouco, mesmo que a consequência seja deixar respostas por dar. Está a perder a luta contra uma pandemia que expôs o défice de gestão no SNS.

Que crimes podem estar implicados na vacinação indevida?
01 de fevereiroCatarina Moura

Que crimes podem estar implicados na vacinação indevida?

Especialistas falam em abuso de poder, peculato, apropriação ilegítima ou até omissão de auxílio. Tudo depende de se tratar de uma instituição pública ou não. Ministério Público vai avançar com inquéritos.

Estou sim? Daqui fala o primeiro-ministro e estou a ser escutado
31 de janeiroCarlos Rodrigues Lima

Estou sim? Daqui fala o primeiro-ministro e estou a ser escutado

Sócrates foi o primeiro, mas suas conversas acabaram destruídas, sem deixarem de causar um sério mal estar na Polícia Judiciária, como mostram alguns documentos. Seguiu-se Passos Coelho, cujas escutas a SÁBADO revela. Até que chegou a vez de António Costa.

A Newsletter Geral no seu e-mail
Tudo o que precisa de saber todos os dias. Um resumo de notícias, no seu email. (Enviada diariamente)