Lagos e as praias-poema de Sophia
09 de junhoJoana Emídio Marques

Lagos e as praias-poema de Sophia

Sophia de Mello Breyner descobriu Lagos nos anos 60. A luz, as casas brancas, as praias, a brisa, as grutas amarelas, os peixes azuis foram uma paixão que durou décadas e ficou incrustrada em poemas. Conheça a Costa D’Oiro da poeta.

Novo normal, novos brindes: as bebidas deste verão
07 de junhoÂngela Marques

Novo normal, novos brindes: as bebidas deste verão

Se tem mais de 18 anos, esta notícia interessa-lhe: o mundo das bebidas alcoólicas está sempre a reinventar-se, mas este verão vai apresentar-se como nunca antes. Prepare-se para novos sabores e menos calorias.

Passos Coelho e a bolha da direita

António Costa tem feito gato-sapato do líder do PSD, como agora se vê com a sua moção ao congresso, em que se volta a virar para a sua esquerda, procurando mobilizar a geringonça numa espécie de combate unitário contra a tenebrosa direita ultraliberal.

Os grandes parceiros do tempo quente

Os grandes parceiros do tempo quente

Frescos, com aromas florais e frutados enquanto jovens, os Vinhos Verdes da Mercadona são bons parceiros de entradas e grandes companheiros de mariscos, peixes, saladas e massas.

Retornados: as memórias da boa vida nas colónias
20 de maioMarco Alves

Retornados: as memórias da boa vida nas colónias

Para milhares de portugueses, Angola e Moçambique foram um paraíso irrepetível, um mundo de novas oportunidades, com um cinema em cada bairro, festas, lojas da moda e praias de águas quentes.

A paródia do Zmar e os direitos humanos

Com a queda do BES, em 2014, o Novo Banco vendeu o Zmar por tuta e meia a um fundo-abutre e, agora, na insolvência, trava-se uma guerra de gente da mesma extração, basicamente vampiros de dinheiro fácil, gerado e pago pelo suor alheio. Têm pena dos senhores do Zmar? Eu não tenho.

Alentejo, um paraíso sob pressão
07 de maioTiago Carrasco

Alentejo, um paraíso sob pressão

Em Odemira, as estufas não estão ligadas apenas à imigração ilegal, mas também a graves problemas ambientais. A poluição, o turismo sem regras e a especulação imobiliária são outras ameaças à costa alentejana, a mais intocada de Portugal.

O que é que não viram em Odemira?

O cultivo de frutos vermelhos em estufas tem vindo a provocar um grave dano ambiental, a impor um modelo económico centrado exclusivamente na ganância das empresas produtoras, das de angariação de trabalho e de prestação de serviços, quase todas com sede fora dos concelhos onde laboram.

A Newsletter Geral no seu e-mail
Tudo o que precisa de saber todos os dias. Um resumo de notícias, no seu email. (Enviada diariamente)