Rio e Moreira: toda a história de um casamento de conveniência que só podia acabar mal
03 de marçoMargarida Davim

Rio e Moreira: toda a história de um casamento de conveniência que só podia acabar mal

Partilham o primeiro nome, a formação na Escola Alemã, a área política e até alguns amigos. Mas o que Rui Rio e Rui Moreira têm em comum fica-se por aí. A história dos dois é feita de tensões e desencontros, com uma aproximação por interesse que acabou num afastamento ainda maior e uma tentativa de acordo que desembocou na rutura definitiva.

Como Angola dominou os bancos portugueses
22 de fevereiroAntónio José Vilela

Como Angola dominou os bancos portugueses

O braço de ferro durou anos. Houve pressões, jogos de bastidores e muito dinheiro envolvido. Os milhões de Angola colocados na banca nunca tiveram uma origem bem definida: eram do Estado e de figuras poderosas do regime liderado por José Eduardo dos Santos. Estas são as histórias dos esquemas cruzados, offshores, lavagem de dinheiro e relações perigosas.

3
Os 24 sacos de notas de 500 euros levantados pelo clã Ricciardi
21 de janeiroCarlos Rodrigues Lima

Os 24 sacos de notas de 500 euros levantados pelo clã Ricciardi

Um mês antes da queda do BES, os elementos do clã desdobraram-se em movimentações para salvaguardar algum património financeiro. José Maria até terá contado com a ajuda do antigo presidente do Deutsche Bank, que chegou a ser suspeito de violação do segredo de justiça.

Instantâneos ou quase (21)

As escolas estão a atirar os alunos para fora dos portões. E isto não é combate à pandemia: é incúria. Queres comer? Tens furos? Vai para a rua. Em Oeiras, é vê-los junto aos portões, nas escadas dos prédios ou no chão. A comerem.

A muralha de seda

Como resultado da pandemia, a China desenrolou uma muralha de seda entre si e o resto do mundo. É uma muralha ambígua, translucida, suave e leve, mas que não deixa de controlar os mundos laterais e contíguos.

Já arrancou o FIMFA. Este ano, é diferente
08 de agosto de 2020Rita Bertrand

Já arrancou o FIMFA. Este ano, é diferente

Era para ter sido a megacelebração das duas décadas de existência, em maio, mas a pandemia empurrou o festival de marionetas lisboeta para o verão e encolheu-o para oito espetáculos, a ver até 5 de setembro.

A Newsletter Geral no seu e-mail
Tudo o que precisa de saber todos os dias. Um resumo de notícias, no seu email. (Enviada diariamente)