Os paradoxos criados por Ivo Rosa

Durante anos, muita gente andou a bater à porta errada: afinal, segundo o juiz, o “dono disto tudo” era Carlos Santos Silva e não Ricardo Salgado. A narrativa de Ivo Rosa permite outra conclusão: Zeinal Bava foi um “totó” quando devolveu 17 milhões de euros.

O depoimento explosivo que cola Marcelo a Ricardo Salgado
14 de abrilCarlos Rodrigues Lima

O depoimento explosivo que cola Marcelo a Ricardo Salgado

Pedro Queiroz Pereira declarou ao Ministério Público que, no passado, o banqueiro "comprou" o atual Presidente da República, contratando o escritório da namorada. "Eu sou incomprável", respondeu Marcelo Rebelo de Sousa à SÁBADO.

BES: Relação confirma sentença que condenou ex-administradores da PT
23 de marçoLusa

BES: Relação confirma sentença que condenou ex-administradores da PT

Tribunal da Relação de Lisboa confirmou na íntegra a sentença da primeira instância, a qual reduziu as coimas aplicadas pela CMVM a Henrique Granadeiro para 420.000 euros, a Zeinal Bava para 310.000 euros, a Luís Pacheco de Melo para 300.000 euros e a Amílcar Morais Pires para 180.000 euros.

3
Ricardo Salgado, o acusado disto tudo
15 de julho de 2020Carlos Rodrigues Lima

Ricardo Salgado, o acusado disto tudo

Para sustentar a acusação de associação criminosa ao ex-presidente do BES e a vários antigos quadros, o Ministério Público conta como Ricardo Salgado edificou uma espécie de império financeiro do mal.

Ministério Público vai acusar Ricardo Salgado
10 de julho de 2020Carlos Rodrigues Lima

Ministério Público vai acusar Ricardo Salgado

Despacho de acusação do caso BES com mais de três mil páginas já está concluído e será notificado a arguidos e assistentes no início da próxima semana. Depois da Operação Marquês, este é mais um mega-processo em tribunal

Zeinal Bava continua disponível para devolver os 6,7 milhões
11 de março de 2020Jornal de Negócios

Zeinal Bava continua disponível para devolver os 6,7 milhões

O advogado de Zeinal Bava sustenta que a verba entregue pelo grupo de Ricardo Salgado era um empréstimo para o gestor se tornar acionista da PT e negou conluios para defender interesses do GES na OPA da Sonae ou na venda da Vivo.

A Newsletter Geral no seu e-mail
Tudo o que precisa de saber todos os dias. Um resumo de notícias, no seu email. (Enviada diariamente)