Marcelo relativiza número de casos e exclui regresso ao estado de emergência
25 de maioLusa

Marcelo relativiza número de casos e exclui regresso ao estado de emergência

O Presidente da República defendeu que além dos novos casos de infeção por 100 mil habitantes e do índice de transmissão "há outros indicadores que não são menos importantes: o número de mortes, o número de cuidados intensivos e o número de internados", e que têm de ser tidos em conta.

A Newsletter Geral no seu e-mail
Tudo o que precisa de saber todos os dias. Um resumo de notícias, no seu email. (Enviada diariamente)