A guerra colonial não acabou

O debate sobre a guerra colonial não deve ser feito pela manipulação ideológica da esquerda ou da direita. Deve ser feito com mais rigor e menos subjetividade. Deve ser um debate de reconciliação entre portugueses, não de ódio e vingança

Onde nasce a corrupção?

As pequenas corruptelas evidenciam sempre uma única coisa: a esclerose do aparelho do Estado, ao serviço do empreguismo partidário e dos grupos que o dominam. Foi assim com os pequenos favores fiscais, e com a emissão de faturas falsas.

Vacinação e propaganda

Quase um ano depois do primeiro confinamento, Portugal e o mundo continuam a enfrentar a maior crise sanitária do nosso tempo e essa é a magnitude do problema, que exige respostas pouco compatíveis com mera propaganda.

A canalhice sem vacina

Esta geografia da canalhice não é um acaso. Ela é determinada pelo sentimento de pertença a uma elite que está no poder e que se está nas tintas para os outros, sejam cidadãos prioritários para receber a imunização ou não

Até onde vai Ventura?

Ventura é um abcesso na democracia, sem dúvida, mas numa democracia que também ela está doente. Que caminha para o abstencionismo e a indiferença cívica. E que se resigna com essa caminhada para o abismo.

Ministério privado

Confesso que alinho tendencialmente pela escola Ferro Rodrigues no que toca ao secretismo das investigações judiciais: "Estou-me cagando para o segredo de Justiça", disse o então secretário-geral do PS numa infeliz conversa escutada durante as investigações do processo Casa Pia.

Covid-19: 'Governo tem navegado à vista'
21 de janeiroEduardo Dâmaso

Covid-19: "Governo tem navegado à vista"

O diretor da SÁBADO, Eduardo Dâmaso, comenta as novas decisões governamentais face aos números alarmantess da covid-19 em Portugal.

A terceira vaga que ninguém viu

Por cá, ninguém antecipou a terceira vaga de contágios da Covid. A começar pelo Presidente da República, ninguém antecipou coisa nenhuma. Não sei o que é pior. Se a incapacidade de prever o óbvio - a terceira vaga - ou a uma governação por “sensação” que não conseguiu medir a necessidade de meios para fazer face à doença.

O ataque à liberdade de imprensa

Pela primeira vez, em democracia, jornalistas foram vigiados e fotografados pela polícia, as suas mensagens vasculhadas sem cobertura legal, violando o direito ao sigilo profissional, e o sigilo bancário levantados de forma completamente ilegal.

O motim de Trump
07 de janeiroJoão Carlos Barradas

O motim de Trump

Vice-presidente Mike Pence e a maioria dos principais membros do executivo ponderaram invocar a 25ª emenda à Constituição e afastar o presidente. Leia as análises de Eduardo Dâmaso e Nuno Tiago Pinto.

9
EUA: Ataque à democracia
06 de janeiroDiogo Barreto

EUA: Ataque à democracia

O Capitólio foi invadido por manifestantes que apoiam o presidente Donald Trump. Uma mulher foi baleada e ficou ferida com gravidade. As autoridades pediram a funcionários do Capitólio que se escondessem debaixo das mesas. Leia também a opinião de Eduardo Dâmaso sobre os acontecimentos desta tarde.

A pandemia das desigualdades

O País da Web Summit, do nacionalismo serôdio e da euforia turística tende a esquecer o que está por trás das montras. A pandemia agravou as desigualdades e este é o momento de decidir, por uma vez, em Portugal e no mundo, se vamos ou não lutar contra elas

A Newsletter Geral no seu e-mail
Tudo o que precisa de saber todos os dias. Um resumo de notícias, no seu email. (Enviada diariamente)