O político que disse 'eu demito-me': Jorge Coelho (1954-2021)
07 de abrilMaria Henrique Espada

O político que disse "eu demito-me": Jorge Coelho (1954-2021)

Coelhone, bombeiro, todo-o-terreno, todo-poderoso, king-maker, o Jorge: acumulou alcunhas, poder, mas cultivou sempre a proximidade de homem do povo. Em todas as conversas dizia "o meu caro amigo". Fez de tudo: manobras de bastidores e discursos inflamados. Mas numa noite de março de 2001 demitiu-se e esse gesto definiu-lhe a carreira. Morreu esta quarta-feira.

As ligações perigosas entre Arnaut e um empresário sérvio
31 de marçoDragana Pećo (OCCRP/KRIK)

As ligações perigosas entre Arnaut e um empresário sérvio

O escritório de José Luís Arnaut aconselhou o governo da Sérvia na concessão para expandir o aeroporto de Belgrado, que foi entregue à francesa Vinci. A empresa - dona da ANA, presidida pelo ex-ministro do PSD - comprou uma parcela de terreno a Stanko Subotic. Pouco depois, os dois homens tornaram-se sócios.

Carlos Moedas, o senhor troika, vai até Lisboa 
15 de marçoMargarida Davim

Carlos Moedas, o senhor troika, vai até Lisboa 

Começou na Goldman Sachs para pagar a dívida de Harvard e deu a cara pela austeridade: o seu apelido podia ser alcunha. Mas troca o conforto da Gulbenkian para enfrentar Medina.

10
PCP: 100 anos, 100 factos
06 de marçoRicardo Santos

PCP: 100 anos, 100 factos

É o mais antigo partido político português e um dos sobreviventes entre os partidos comunistas mundiais. Celebra hoje 100 anos de vida, com episódios para todos os gostos: aventura, traição, morte, mudança, resistência, apogeu e declínio. No aniversário de século, escolhemos 100 factos que marcaram o mundo dos comunistas portugueses.

5
Os boys que o PS colocou na máquina da Segurança Social
15 de fevereiroMaria Henrique Espada

Os boys que o PS colocou na máquina da Segurança Social

O Governo varreu, sem exceção, todos os diretores distritais que encontrou em funções. Trocou-os, a bem ou a mal, por próximos do PS. Só uma coisa ainda não mudou aqui: não se abdica do domínio do aparelho. Retrato à lupa da vassourada.

Letra Livre

Por causa da espantosa acumulação de papelada impressa, fiquei a dever dinheiro, menti à família, à namorada, aos amigos. Perdi trabalhos, a amada deixou-me, incapaz de lidar com a desordem e a desarrumação da livralhada

3
Ana Gomes: a 'insider' contestatária
22 de janeiroBruno Faria Lopes

Ana Gomes: a 'insider' contestatária

Revolucionária, diplomata, política, eurodeputada. Ana Gomes esteve sempre perto do poder, mas conservou as arestas - e uma persistência, idealista, que diz ter herdado da mãe.

André Ventura, um homem do sistema
21 de janeiroAlexandre R. Malhado

André Ventura, um homem do sistema

O candidato apoiado pelo Chega diz-se "antissistema" — mas o seu percurso de vida diz o contrário. Do PSD ao Benfica, passando pela universidade, onde era a favor da despenalização do aborto.

Caso do procurador europeu é 'condenável e lamentável'
20 de janeiroLusa

Caso do procurador europeu é "condenável e lamentável"

"Aquilo que se passou nesse episódio da nomeação do procurador é, de facto, lamentável a todos os títulos. Ainda hoje tenho dificuldade em compreender como é que foi possível esse comportamento. É, de facto, condenável a lamentável."

A Newsletter Geral no seu e-mail
Tudo o que precisa de saber todos os dias. Um resumo de notícias, no seu email. (Enviada diariamente)