O poder absoluto mudou António Costa e Rui Rio?
13 de janeiroMargarida Davim

O poder absoluto mudou António Costa e Rui Rio?

Governaram em minoria antes de poder prescindir de acordos nas câmaras de Lisboa e do Porto. O estilo como autarcas pode dar pistas sobre o que farão no País.

Mota Pinto para presidente da AR? O plano parlamentar do PSD
15 de dezembro de 2021Alexandre R. Malhado

Mota Pinto para presidente da AR? O plano parlamentar do PSD

Antigo juiz conselheiro e cabeça de lista do PSD por Leiria tem sido empurrado para ser candidato à presidência da Assembleia da República na próxima legislatura. Coelho Lima e Baptista Leite são os nomes mais fortes para a liderança do grupo parlamentar.

Alguém pediu um Bloco Central? Olhe que não...
20 de novembro de 2021Maria Henrique Espada

Alguém pediu um Bloco Central? Olhe que não...

Os alegados “bloco-centristas” cresceram à esquerda, mas na verdade ninguém defende a versão pura, o governo a dois. Só “entendimentos”, “viabilizar”, “olhar”.

Caderno de Significados

Novos casos, velha corrupção

Nestes 30 anos, os processos não têm parado. Há corrupção nos militares, nos hospitais, nos tribunais, na segurança social, fundos comunitários, transportes, ambiente. Há corrupção nas rendas do Estado e nas barragens. E isso, não tenhamos ilusões, não vai parar. Os casos serão sempre novos, mas a corrupção já muito velha.

Oportunidade perdida

O Governo não foi capaz de fazer as reformas necessárias para colocar a Saúde no centro do debate político. Quem o fez foi a pandemia. À força, os responsáveis políticos correram atrás do prejuízo, e uma vez ultrapassado o lado mais negro da tempestade, graças aos profissionais de saúde, voltámos aos velhos tempos.

Entre 'os riscos jurídicos' e a 'flexibilidade': o que se discute no PSD?
06 de novembro de 2021Margarida Davim

Entre "os riscos jurídicos" e a "flexibilidade": o que se discute no PSD?

Conselho Nacional arrancou em Aveiro com Rui Rio a dar o dito por não dito e a propor o dia 20 de novembro como data para as diretas. Paulo Rangel reagiu acenando com "flexibilidade" e abertura para "consensos". Mas avisou para "riscos jurídicos". O que está em causa?

Caderno de Significados

O triunfo do Chega

Vamos ter um País enredado numa paralisia política com efeitos económicos sérios, que vai atrasar a recuperação pós-Covid. Com eleições antecipadas, a economia sofrerá os impactos negativos de ver a bazuca financeira europeia a deslizar para o segundo semestre do ano que vem.

Carlos César: 'BE e PCP preferiram os jogos de poder'
26 de outubro de 2021Diogo Camilo

Carlos César: "BE e PCP preferiram os jogos de poder"

Presidente do PS diz que bloquistas e comunistas optaram por "uma agenda inaceitável e irrealizável no curto prazo" em vez de chegar a consensos com o Governo para a aprovação do Orçamento do Estado.

A Newsletter As Mais Lidas no seu e-mail
Às Sextas-Feiras não perca as notícias mais lidas da semana