Tudo o que precisa de saber sobre a vacina da AstraZeneca
08 de abrilLucília Galha

Tudo o que precisa de saber sobre a vacina da AstraZeneca

Ficou provada a relação entre os coágulos e a toma da vacina, mas continua a ser segura. O que é preciso é estar atento a eventuais sintomas nas duas semanas seguintes à vacinação. Há duas ideias a reter: o risco de exposição ao vírus é muito maior e suspender a vacina agora poria em causa todo o processo de vacinação.

CHUC: talvez haja cirurgias, segunda-feira, ou talvez não
14 de marçoRui Avelar

CHUC: talvez haja cirurgias, segunda-feira, ou talvez não

Diretor de serviço denuncia que a escala de anestesistas para a segunda quinzena de março não foi divulgada, pelo que não se sabe se esta segunda-feira haverá cirurgias. Centro hospitalar garante que toda a atividade está salvaguardada, escusando-se a revelar se foi conhecida a tal escala.

“Somos geridos por amadores. É a história da nossa democracia”
07 de marçoVanda Marques

“Somos geridos por amadores. É a história da nossa democracia”

João Luís Barreto Guimarães é poeta e médico ou médico e poeta, conforme os dias. Com 53 anos, 15 livros editados, recebeu o prémio Willow Run Poetry Book, uma distinção atribuída pela primeira vez a um autor de origem não americana.

Ele é o pai do thriller médico (e tem um novo livro)
26 de fevereiroÂngela Marques

Ele é o pai do thriller médico (e tem um novo livro)

Robin Cook escreveu mais de 30 livros e deles vendeu 400 milhões de cópias. É autor de Contágio, que deu origem ao filme com Matt Damon, e de Pandemia, que previu o futuro. Lança agora Génese. Quem é ele?

Mamas, menos (agora) é mais
14 de fevereiroSónia Bento

Mamas, menos (agora) é mais

Se em tempos ter o peito grande era sexy e feminino, a tendência agora é para um tamanho mais discreto, com aspeto natural. As cirurgias de redução mamária já são quase tantas como as de aumento

Sequelas da Covid: As marcas que o vírus deixou
06 de fevereiroLucília Galha

Sequelas da Covid: As marcas que o vírus deixou

Há casos em que a doença não termina depois de um teste negativo e em que, passados 10 meses, continua a causar dano. Conheça as consequências a longo prazo do vírus.

Dores nas costas: 11 Soluções para a dor mais comum do corpo humano
31 de janeiroLucília Galha

Dores nas costas: 11 Soluções para a dor mais comum do corpo humano

Mais de um terço da população sofre desta condição e a pandemia agravou o problema. Razão: como passamos mais tempo sentados, sobrecarregamos a coluna. Até há pouco tempo, só havia três coisas para oferecer aos doentes: fisioterapia, medicação e cirurgia. Agora já existem técnicas para controlar a dor e robôs que põem o parafuso em vez dos cirurgiões. Mas o melhor caminho mesmo é prevenir. Saiba como.

A Newsletter Geral no seu e-mail
Tudo o que precisa de saber todos os dias. Um resumo de notícias, no seu email. (Enviada diariamente)